segunda-feira, 4 de março de 2013

Guiné 63/74 - P11192: Tabanca Grande (388): Fernando Macedo, ex-1.º Cabo Apontador de Artilharia Pesada do 5.º Pel Art (Cabedu, 1971/72)

1. Mensagem do nosso camarada e novo tertuliano Fernando Macedo (ex-1.º Cabo Apontador de Artilharia Pesada (10,5), 5.º Pel Art, Cabedu, 1971/72), com data de 26 de Fevereiro de 2013:

Boa noite Camarada:
Faz tempo que acompanho este blog assim como outros, onde cheguei a lançar pedido no sentido de encontrar camaradas do 5º pelotão de Artilharia que esteve em Cabedu entre 1971/1972, sem sucesso.

Sou Fernando Macedo, ex-1º Cabo Apontador de Artilharia Pesada (10,5), natural de Bonfim, Porto, nascido a 26 de Janeiro de 1949.

Embarquei para a Guiné em Abril, a bordo do Angra do Heroísmo atracando a 1 Junho de 1971.

Nove dias depois, periquito, tive meu batismo, nem queria acreditar, Bissau era atacada pela primeira vez assim como várias localidades próximas da capital. Tinha-me encontrado com um primo, Policia Militar no território há já longos meses, num café na baixa de Bissau.

Bom, foi um desatino completo com o pessoal a recolher aos quartéis.
Apanhei boleia para a minha Unidade, GA7. Era na verdade uma grande agitação, ao fim de não sei quanto tempo, que me pareceram horas, de formaturas e espera, seguiram várias colunas militares com vários destinos e eu fui parar a Nhacra, regressando a Bissau no dia seguinte, 10 Junho.

Duas semanas depois segui de batelão para Cabedu, onde estava sediada parte da CCAÇ 2792. O destacamento era Comandado pelo Alferes Paiva.

Fui em rendição individual substituir um camarada que estava a acabar a comissão, a bateria de obuses era comandada pelo Alferes Nolasco natural de Macau excelente homem.

Poucos meses depois sofri perfuração do tímpano do ouvido esquerdo, agravado com uma infeção na sequência das detonações, tendo dez meses depois  de ter regressado a casa sido submetido a uma operação no hospital de São João, no Porto, em Dezembro de 1972.
Resultado final, surdez completa do ouvido esquerdo.

De momento, sem outro assunto,
Fernando Macedo.

Vista aérea do destacamento e da tabanca de Cabedu
Foto: © Tony Grilo (2009). Direitos reservados.

2. Comentário do editor:

Caro camarada Fernando Macedo, bem-vindo à Tabanca Grande e a esta tertúlia de ex-combatentes da Guiné.

O episódio que contas do ataque a Bissau, que aconteceu exactamente no dia 9 de Junho de 1971, quase o vivia em directo.
Estava programada uma visita de estudo à Capital da Província, como prémio (de consolação) pelo esforço dispendido à protecção da construção do troço de estrada entre o Bironque e o K3, a dois dos pelotões da minha Companhia, precisamente no dia 10 de Junho, que como sabes era o dia em que a guerra parava para festejar o Dia da Raça, como então se dizia. Cumpriu-se apesar de tudo a promessa, e lá andámos nós a fazer turismo numa Bissau acagaçada, desculpa o termo, e deserta porque a malta ainda estava atordoada pelo fogachal do dia anterior.
Estás a ver a diferença, nós vínhamos do mato onde as morteiradas nos caíam no prato da sopa, não a quilómetros das esplanadas dos cafés.

Voltando a ti, já que te apresentaste, sabendo nós que andaste por Cabedu, lá para o sul da Guiné, tens que nos falar das tuas memórias desse tempo. Se tiveres fotos, também as queremos mostrar à malta. Eu tenho especial curiosidade pela paisagem do sul, muito diferente da do norte por onde andei.

Sabes que o principal objectivo do nosso blogue é o registo de acontecimentos e vivências contados na primeira pessoa, para que não sejam os outros a fazê-lo, um dia,  por nós, gente até que nunca pisou aquela terra vermelha, com a qual se fazia lama misturando o próprio suor.

Para terminar a tua apresentação, deixo-te um abraço em nome da tertúlia e dos editores.

O teu camarada e novo amigo
Carlos Vinhal
____________

Nota do editor:

Vd. último poste da série de 19 de Fevereiro de 2013 > Guiné 63/74 - P11114: Tabanca Grande (387): Carlos Afeitos, professor, ex-cooperante na Guiné-Bissau, agora a viver em Inglaterra, novo grã-tabanqueiro nº 606

Sem comentários: