segunda-feira, 3 de julho de 2017

Guiné 61/74 - P17540: Agenda cultural (570): Ciclo temático: A Guerra Colonial - 6 de Julho pelas 18h00 - Obras de António Lobo Antunes, Biblioteca Municipal Almeida Faria, Montemor-o-Novo (José Brás)




1. Mensagem do nosso camarada José Brás (ex-Fur Mil da CCAÇ 1622, Aldeia Formosa e Mejo, 1966/68) com data de 28 de Junho de 2017:

Bom dia, caríssimo Carlos
Junto-te texto que não necessita de explicação, uma vez que ele se explica sozinho.
Faço parte do Clube de Leitura.

Grande abraço e cumprimentos à família
José Brás


O Clube de Leitura da Biblioteca Municipal Almeida Faria, de Montemor-o-Novo, organizou e concretizará nos próximos três meses (Julho, Agosto e Setembro), um ciclo de debate a partir da chamada Literatura da Guerra Colonial. 

A primeira sessão desse ciclo, a 6 de Julho, será dedicado a Lobo Antunes e terá apresentação pela Dra. Elsa Ligeiro. 

A segunda sessão, a 4 de Agosto, sob o título “África na Literatura Portuguesa – Um tema de uma geração”, terá como apresentador o Coronel Carlos Matos Gomes (Carlos Vale Ferraz). 

A terceira sessão, em Setembro e ainda sem data concreta, com referência em “Cartas Vermelhas”, será conduzida por Ana Cristina Silva, autora da obra. 

As sessões, como é prática mensal do Clube de Leitura, decorrerão no Auditório da Biblioteca com início às 18 horas e com entrada e participação livre.
____________

Nota do editor

Último poste da série de 3 de julho de 2017 > Guiné 61/74 - P17539: Agenda cultural (569): Sessão de lançamento do segundo volume do livro do José Ferreira, "Memórias Boas da Minha Guerra" (Lisboa, Chiado Editora, 2017), a realizar no sábado, dia 8, pelas 10h30, na Quinta Choupal dos Melros, Fânzeres, Gondomar. Apresentação a cargo do nosso editor, Luís Graça

1 comentário:

Tabanca Grande disse...

Montemor-o-Novo e as suas gentes são um bom exemplo de como se pode (e deve) lutar contra o "fatalismo" da interioridade, desertificação, empobrecimento, esquecimento, envelhecimento...
É uma terra que dá cartas a muitas vilas e cidades, pela originalidade e qualidade da sua vida cultural...Obrigado, Zé Brás, pela notícia... Ando há tempos para dar aí um salto, um fim de semana destes. LH