sábado, 19 de março de 2016

Guiné 63/74 - P15876: Manuscrito(s) (Luís Graça) (78): Os homens medem-se pelas palavras...


Epigrama: na real galeria de arte, com dicas para um real retrato a corpo inteiro

por Luís Graça


Se o rei tem um metro e meio de altura,
agigantem-no,
elevem-lhe o trono
até ao primeiro piso.

Mais do que boa figura,
e melhor siso,
deve ter estatura,
o rei,
para ficar bem no retrato
da história,
e não ser um rei de má memória.

Se for preciso, 
ponham-no a andar,
corram com ele,
arranjem-lhe umas andas,
ou passeiem-no de andor,
pela baixa da cidade.

Primeira regra protocolar:
rei é chefe

e, como tal, é sempre aquele
cuja cabeça está acima das outras cabeças,
por isso é uma cabeça coroada.

Pequeno detalhe:
às vezes uma almofada
resolve o problema do desconforto
de quem, coitado,
tem que pensar a vida inteira sentado
num trono,
mesmo que torto,
sem nunca cair de sono,
antes de poder chegar ao fim do reinado.

E
, a propósito,
um rei deve morrer
com toda a real dignidade,
honra,
glória,
pompa
e circunstância,
em caso algum
(cruzes, canhoto!)
degolado,
guilhotinado
ou enforcado!

Na pior das hipóteses,
fuzilado,
com honras militares!

Em boa verdade,
não há real cu que aguente
tanto tempo sentado
como o de sua majestade
que nasceu para reinar.

Mas rei não é anjinho
e, para ser santo,
falta-lhe o cinto de castidade
com fechadura,
e chave entregue ao ministro do tesouro.

Se o rei vai nu, 
ou se passeia em trajes menores pelo terreiro do paço,
é mau agouro,
por favor, senhor pintor da corte,
ponha-lhe um sorriso,
de boca a boca,
como o da “Mona Lisa”.
E um ligeiro buço,
que um rei deve ser eternamente
adolescente,
imberbe,
devoto
e púdico,
mesmo quando rei do reino mais ignoto.

E, claro, ponha-o a olhar de frente,
como o nosso menino el-rei dom Sebastião,
forrado de armadura,
perscrutando os inimigos da Nação,
d’aquém e d’além-mar.
(Que pena nunca ter tido um real pintor à sua altura!)

Se o rei tem uma vida sedentária
e aborrecida,
e se o povo e a bosta de boi
não lhe fazem urticária,
troque-se-lhe a vida palaciana
pela campestre,
espetem-lhe um coroa de espinhos na cabeça,
para saber o quão imensa e intensa é a dor,
humana.

Ou então façam-lhe o retrato equestre, 

como ao senhor dom josé,
montem-no a cavalo,
no seu garanhão branco,
puro sangue lusitano.
A coroa fica-te a matar, meu amor!

Mas também não fica mal,
à rainha, com sorte,
vestida de branca de neve,
rodeada dos seus sete anões,
quando sai à rua p’lo Natal,
de sapatos altos de cristal,
ouvir piropos de carroceiro,
que o povo é alarve e brejeiro:
ah!, meu querido Hirohito,
há quanto tempo não me vais ao pi...! 
(Atenção, que piropo agora dá prisão!).

Se o rei morre de tédio,
suspirando uis e ais,
ou vai com cio,
por montes e vales,
atrás dos javalis e lobisomens,
soltem os cães, os faunos e duendes
e convoquem os homens dos jornais,
mas não lhe chamem louco,
que é pouco!

Segunda regra protocolar:
decretem a caça às bruxas,
ou então povoem a corte de anões,
que logo o rei os fará cavaleiros e barões,
sete vezes sete,
blogue fora nada,
que dos régios cofres, é o segredo,
sempre cheios,
garante o guarda-mor do real selo,
caído em desgraça
e a caminho do degredo.

Terceiro e último aviso ao povo
que nunca foi a uma sessão de fado
com beija-mão real no paço do lumiar:
fraco rei faz fraca a forte gente (camões dixit)…

Súbditos leais,
e corteses,
mas velhos e feios,
são os marqueses,
e utilitárias as marquesas,
francesas,
de paços de ferreira
e de fartos seios,
mas dos duques teutónicos
diz-se que são maus fregueses.

Anacrónicos,
esses, são os portugueses
que ainda delapidam diamantes
com as plebeias criadas de servir
e as ‘cocottes’ burguesas…

E das duquesas,
inglesas,
senhor,
o que me dizeis ?
Ah!, que são as melhores amantes
de reis
e serviçais.

Baralhadas e dadas as cartas,
o trunfo é paus,
a cruz que Deus nos deu, 

além do trabalho
por causa do pecado original:
hipótese nula,
fica tudo como dantes,
o quartel em Abrantes,
que de Espanha nem bom vento
nem bom casamento,
nem macho ou mula com boa pinta.

Hipótese de investigação número um:
em caso de desgraça,
peça-se mercês a sua senhoria
e mande-se a conta
à mercearia. 
O elétrico ? 
É o número vinte e oito,
para a graça.

Mais vale, cariño mio,
ser rei por um dia,
do que príncipe regente toda a vida.

Hipótese dois:
em caso de fome, guerra, peste e revolução
(de que Deus nos livre!),
convém que o rei guarde a cabeça,
nalgum lugar mais esconso e seguro do palácio.
Um rei, meu filho, vale pelo trono
e o trono pela coroa
e a coroa pela cabeça.
Não há seguradoras que seguramente cubram
todo este real risco.

E, para mais, Carlota,
como vós mui bem sabeis,
há ainda o real fisco,
que é agiota,
vampiro e daltónico,
e não distingue a cor do sangue,
azul ou vermelho.

Conclusão, e bom conselho
para os reais pintores
e demais bobos da corte
e vindouros:
os homens não se medem aos palmos,
muito menos os reis;
os homens medem-se pelas palavras,
e os bois pelos cornos.



Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, Galeria de Exposições Temporárias, Wentworth-Fitzwilliam. > Uma Coleção Inglesa, 6 de março de 2016.

___________

Nota do editor:

Último poste da série > 14 de fevereiro de 2016 > Guiné 63/74 - P15747: Manuscrito(s) (Luís Graça) (77): "Nesta terra querida, / Tive mundo, e tive amor, / Não me posso queixar da vida, / Tive tudo, e também dor"... Viva a nossa decana, a dona Clara Schwarz da Silva

14 comentários:

Anónimo disse...

Amigos e camaradas, o Google suspendei-nos a conta, por razões que desconheço. O nosso blogue está em risco. São 12 anos de trabalho de uma comunidade imensa de ex-combatentes e amigos da Guiné!...

Aguardo, com a possível serenidade, a resposta à minha exposição... Hoje é fim de semana, não sei se me vão dar uma resposta tão cedo. A Google tem a sede na Califórnia, segundo creio.

Receio que o problema seja a publicação deste poema e a inserção de duas imagens que, na Wikimedia Communs, aparecem como sendo do "domínio público"... Posso ter violado, sem querer, a legislação dos USA. O Google tem uma política implacável em relação à violação de direitos de autores e créditos fotográficos.

Estou desolado, mas,acreditem, atuei de boa fé. As consequências podem ser devastadores para o nosso blogue, que não é meu, é de todos vocês!... Aguardo, com a espada de Dâmocles sobre a cabeça!... Em rigor, não sei o que se passou para me terem desativado a conta.

O fundador, administrador e editor principal do blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné,

Luís Graça

Torcato Mendonca disse...

Abraço.
Calma pois certamente se vai resolver. São milhares de textos e fotografias mas, o mais importante é o conteúdo das mesmas.

Abraço Luís Graça e tudo vai á normalidade.
Ab,T. (vou ler o escrito)

Anónimo disse...

Obrigado, Torcato... Não dormie esta noite!... Vou ser otimista como tu. LG

Torcato Mendonca disse...

LI,
Francamente,
Não será certamente uma questão de mente,
Apito,
Mesmo sem nada especial ter sido dito,
Ou foi do pito?
Ab,T.

Anónimo disse...

N~´ao quero acreditar que seja denúncia de "conteúdo impróprio"... Estou em crer que é por causa das imagens, as quais não posso agora retirar porque a conta está inativa... A esta hora ainda deve ser madraguada na Califórnia... E estou, há horas, a "falar" com um robô" que me manda... ter paciência!... LG

____________________



[2-8008000010923] luisgracaecamaradasdaguine@gmail.com
accounts-support@google.com [accounts-support@google.com]
Respondida em 19-03-2016 14:44.
Enviado: sábado, 19 de Março de 2016 8:56
Para:
Luís Graça
Contas do Google


Olá, usuário do Google,

Agradecemos seu contato sobre sua dificuldade em acessar sua Conta do Google.

Analisamos sua solicitação e descobrimos que já existe uma contestação pendente para sua conta. Aguarde o resultado da contestação atual. Agradecemos sua paciência.

Atenciosamente,

Equipe das Contas do Google

Você recebeu esta mensagem porque alguém forneceu este endereço como e-mail de contato para uma contestação. Se você não tiver apresentado uma contestação, você pode ignorar esta mensagem.

© 2015 Google Inc., 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, CA 94043, EUA

Anónimo disse...



Amigo e camarada Luís Graça:

O barco é teu, se ele se afundar vamos todos a pique. Paciência já passámos umas boas horas de muita conversa e convívio. O teu poema aos nossos reis e consortes que a história pinta de muitas cores vale bem um mergulho colectivo. Coragem comandante, um combatente como tu tem que conservar sempre o aprumo e serenidade.
Um grande abraço. Francisco Baptista

Vasco Pires disse...

Certamente vai-se resolver a contento. Nesse sentido vão meus votos.
Um abraço solidário.
VP

JD disse...

Acredito que a solução final será em nosso favor, não vejo porque não.
Mas convém apurar as razões e tomar em consideração as regras impostas.
Como costumadamente refere o Sr Comandante Rosales: estamos juntos!
Abraços fraternos
JD

Anónimo disse...

Esta foi a informação que recebi do Google... Pravavelmente vou que ter que esperar, porque é fim de semana... Nesta conta tinha 2 blogues, além do Luís Graça & Camaradas da Guiné: A Nossa Quinta de Candoz, e Luís Graça - Blogpoesia... (Estes dois simplesmente "desapareceram")...

Pode haver um conflito com a conta, por causa destes 2 blogues, que não eram editados há uns tempos...

Vou dormir...E obrigado pelo vosso apoio... LG

___________________


A conta foi desativada
Se você visitou a página de login e foi redirecionado para esta página, isso significa que o acesso à sua Conta do Google foi desativado.

Sua conta não foi excluída, seus dados ainda estão intactos, e talvez você possa recuperar o acesso à sua conta.

Por que o Google desativa contas
O Google quer garantir que todos tenham a chance de se conectar e se comunicar com segurança. Para ajudar a manter esse ambiente, o Google se reserva ao direito de:

Suspender uma Conta do Google do uso de um determinado produto ou de todo o sistema de Contas do Google se houver violação dos Termos de Serviço do Google, dos Termos de Serviço de um produto especifico (disponíveis na página do produto) ou das políticas específicas do produto.

Cancelar sua conta a qualquer momento, por qualquer razão, com ou sem aviso prévio.
Próximas etapas para contas desativadas

Comece analisando os Termos de Serviço relevantes. Se você acha que sua conta não deveria ter sido desativada, preencha este formulário. Ao solicitar a verificação desse problema, você declara ser o proprietário da conta e permite que analisemos o conteúdo dela para avaliar a solicitação.

_________________

JD disse...

logue sobrevive, e podemo-nos congratular com isso.
obre o poema propriamente dito quero dixar uma mensagem ao Autor que duga o seguinte:
Gostei de tua ironia sobre a monarquia que se instalou em Portugal em 1974. Os sucessivos reis que sobrevivem estão bem. A nobreza e os cortes\aos, também. O novo regime parece consolidado, e só uma trágica acção do exterior poderá alterrar os acontecimentos se nos cancelarem o crédito, essa espécie de fonte dos amores. Conforme Richelieu aconselhou o seu rei quando mostrou preocupação com a pobreza da nação francesa, nossos ministros das finanças sabem que podem aumentar os impostos, que o povo não quer perder as coisinhas que adquiriu, enquanto o património público for encarado com desdém. Vai ser até ao tutano, ou até à última gota.
Abralos fraternos
JD

Tabanca Grande disse...

O Carlos Vinhal que tem 10 anos (!) da sua vida investidas na Tabanca Grande e a quem eu convidei para ser administrador do blogue que criei, deu-me agora a honra de me sentar à sua direita, como filho de deus pai... Ele tem a chave do acesso ao Blogger, eu não... Estou-lhe grato, mais do que obrigado... Floi ele que segurou a barra, como administrador... Amigo e camarada é isso, para estas ocasiões de crise...

Parece que afinal o Google cortou-nos a conta luisgracaecamaradasdaguine@gmail com (ou desativou-a, por enquanto, enquanto espero que tudo se esclareça)..., por que teremos usado e abusado das mensagenns para a Tabanca Grande, em BBC... Já expliquei ao "robô" que precisamos de comunicar uns com os outros por email, que somos uma comunidade virtual e real de mais de 650 elementos (vivos) da Tabanca Grande e que as nossas mensagens não são SPAM!!!.. Claro que o "robô" vai analisar as nossas alegações... E a aquipa do Google depois decide, e espero que decida bem, fazendo justiça e reativano da nossa conta (original)!... O nosso blogue (ao qual tenho acesso por esta conta) é também um verdadeiro serviço público... Por uns tempos, amigos e camaradas, não vos contacto mais por email, por medo do "robô... Estou a usar outra conta... alternativa.

Um alfabravo fraterno. LG

PS - Vamos ver se conseguimos regularizar a "situação" por estes dias...

Tabanca Grande disse...

Meu caro Jota Dê: Obrigado pela "camarigagem", afinal este barco é esse nosso... Mesmo que seja só para reinação...Quanto ao poema, tens todos os graus de liberdade de leitura... Nada como a liberdade poética que, felizmente, não vem garantida na Constituição... Concordo contigo: de 50 em 50 anos, temos um problema de regime... E para o nosso gosto já temos reis, rainhas, duqueses e duquesas, marqueses e marquesas, condes, viscondes, barões e cavaleiros, demais, para uma república... Mais do que regime, o nosso problema é de civilização... Por isso a liberdade e a irreverência da poesia são precisas!...

Tabanca Grande disse...

Há "estragos" que se vão reparando, nomeadamente imagens que "desapareceram" com a desativação (, esperemos que temporária...) de uma das nossas contas de acesso ao Blogger...

Contamos a vossa compreensão e camarigagem...

Tabanca Grande disse...

Destaque oublicado ao canto superior esquerdo do blogue, em 20/3/2016:


AVISO À NAVEGAÇÃO: PROBLEMAS COM UMA DAS NOSSAS CONTAS DO GOOGLE

Há um problema com uma das nossas contas de acesso ao blogue, que faz com que tenham sido desformatados muitos postes antigos (, não aparecendo as imagens, nomeadamente). Esperamos resolver esse problema, o mais breve possível, com o a compreensão e ajuda do Google a que pertence o nosso servidor (o Blogger)... Até lá, não usem, por favor, o endereço de email
luisgracaecamaradasdaguine@gmail.com

PS - Não sabemos ainda, em concreto, qual foi o nosso "crime"... Suspeitamos que tenhamos sido penalizados, sem "aviso prévio", por utilização "abusiva" do correio eletrónico... Para o "robô" do Google as nossas trocas frequentes de memórias (e afetos), através do email, podem confundir-se com SPAM... E isso pode significar violação dos termos de utilização dos serviços do Google. O "robô" não olha a caras nem corações, muito menos ao facto de o nosso blogue ser uma verdadeira de fonte de informação e conhecimento, e de sermos um "blogue coletivo", com 712 membros (dos quais 42 infelizmente já morreram) e de termos 12 anos de existência na Net (o que é uma vida, na web!!!).

Além de sermos um grupo de autoajuda de veteranos, achamos, sem imodéstia, que também estamos a prestar um serviço público!