quarta-feira, 16 de março de 2016

Guiné 63/74 - P15864: Tabanca Grande (483): Álvaro Magro (ex-1.º Cabo Aux Enf da CART 3493, Mansambo e HM 241 de Bissau, 1971/74). Passa a ser o grã-tabanqueiro n.º 712, com direito a sentar à sombra do nosso poilão, ao lado dos seu manos Abílio Magro e Fernando Valente Magro

1. Aceitou o nosso convite para integrar a Tabanca Grande, sob o n.º 712,  o Álvaro Magro, ex-1.º Cabo Aux Enf (CART 3493, Mansambo e HM 241, 1971/74), um dos seis "Magros do capim", co-autor do livro "Seis Irmãos em África" (*)

O convite fora há dias dirigido nestes termos:

(...) "E como há sempre um Magro desconhecido, aqui vai a ficha da tropa do Álvaro Valente Lamares Magro, o terceiro da família que foi parar à Guiné e a quem eu peço licença para enfileirar na Tabanca Grande, ao lado dos manos Fernando Valente (Magro) e Abílio Magro, se eles. os três, concordarem... 

O mais importante é a vontade e a opinião do Álvaro, por muito que prezemos a opinião do mano mais velho (Fernando) e do mais novo (Abílio). Temos um número para ele, o 712, um lugar jeitoso à sombra do mágico poilão da Tabanca Grande... Era muito honroso termos cá, todos sentadinhos e bem comportadinhos, os três manos Magro que foram à Guiné... É caso único...

Se os outros três, que andaram por outros "matos" (Angola e Moçambique) se quiserem juntar a nós, era ouro sobre azul!... Acho que nos podíamos candidatar ao Guiness Book of Records!... (Na verdade, não conheço até agora nenhum blogue da guerra que tenha juntado, sob o mesmo poilão, seis irmãos, combatentes)...

Vou pedir ao mano Abílio para fazer uma reunião de família... Convidar só o Álvaro, até parece mal!... Bolas, os outros três, também são filhos do mesmo pai e da mesma mãe: o Rogério, o Dálio e o Carlos!... (LG) (...).

O Álvaro respondeu logo,  na sua página do Facebook, e a mensagem chegou-nos através do mano Abílio, nestes termos:

Caro Luís Graça,
E com todo prazer e honra, enfileirar na Tabanca Grande, ao lado dos manos Fernando e Abílio.
Um abraço a todos Tabanqueiros.

Álvaro.

2. Ficha da tropa

(i) em janeiro e 1971, é  incorporado no Exército, fazendo a recruta no RI 7, Leria;

(ii) em abril, faz a instrução de especialidade no Regimento de Serviços de Saúde, Coimbra;

(iii) em Julho/agosto, faz estágio  HMR-1, Porto;
O Álvaro Magro, em Mansambo (1972)

(iv) em setembro/outubro, EPI, Mafra;

(v) em Novembro, é mobilizado para Moçambique;

(vi) em dezembro, é desmobilizado e novamente mobilizado, mas desta vez para a Guiné, onde chega no final do mês:
(vii) é integrado na CART 3493 (Mansambo, 1971/72), como 1.º Cabo Aux Enf; 

(viii)  em março de 1972, consegue transferência para o HM 241, Bissau onde presta serviço na Secretaria até ao fim da Comissão;

(ix) passa à situação de disponibilidade em 26 de fevereiro de 1974.

3. Comentário do editor:

Álvaro, sê bem vindo  a esta fantástica comunidade, real e virtual, dos camaradas e amigos da Guiné. As nossas regras de convívio são simples, estão aqui "on line": todos cabemos nesta tabanca (e por isso ela é grande) com tudo o que nos uniu ontem e une hoje, e até com as diferenças que nos pode separar (política, religião, futebol, etc.). Os manos estão por aqui: Abílio Magro (mais de 30 referências) e Fernando Valente (Magro) (um quarteirão de referências)... Apreciamos histórias e fotos... Para que os nossos filhos, netos e bisnetos não se esqueçam de nós, que na Guiné fizemos a guerra e a paz. Sabemos que fazes anos a 19 de maio, diz-nos se queres festejar connosco, na Tabanca Grande. Apreciaríamos, por outro lado, poder  ter o teu endereço de email. Manda uma mensagem com um OK na volta do correio. (**)
_________

Notas do editor:

Sem comentários: