domingo, 22 de maio de 2016

Guiné 63/74 - P16117: Agenda cultural (487): Sessão de lançamento do novo livro do lusoguineense António Júlio Estácio, "Bolama, a saudosa...", Lisboa, Palácio da Independência, dia 25, às18h00 - Resumo da obra: III e última parte


Capa do livro do António Júlio E. Estácio, "Bolama, a saudosa...". Edição de autor, 2016, 491 pp. Preço de capa: 15€.


António Estácio no no V Encontro Nacional Tabanca Grande, Monte_Real, 26 de unho de 2010. 
Foto: Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné (2010)


Parte III (e última) do resumo do livro "Bolama, a saudosa...", da autoria do nosso amigo camarada, lusoguineense, António [Júlio] Estácio.


Vai ser lançado em Lisboa, 
no Palácio da Independência, 
largo de São Diomingos 
ao lado do Teatro de D. Maria II, 
dia 25 de maio, 4ª feira,
às 18h00.

O autor: António [Júlio Emerenciano] Estácio, lusoguineense, nado e criado no chão de papel, em Bissau, em 1947, engenheiro técnico agrário (Coimbra, 1964-1967, Escola de Regentes Agrícolas, onde foi condiscípulo do Paulo Santiago), fez a tropa (e a guerra) em Angola, como alferes miliciano (1970/72). Trabalharia depois em Macau (de 1972 a 1998). Vive há quase duas décadas em Portugal, no concelho de Sintra. É membro da nossa Tabanca Grande desde maio de 2010-

Tem-se dedicado à escrita, dois dos seus livros mais recentes narram as histórias de vida de duas "mulheres grandes" da Guiné, a cabo-verdiana Nha Carlota (1889-1970) e a guineense Nha Bijagó (1871-1959).


Sinopse da obra - III (e  última)  Parte 










Observ. do editor. Há gralhas no texto original,que não pudemos corrigir a tempo.
__________________

Nota do editor:

(*) Postes antes da série

21 de maio de 2016 > Guiné 63/74 - P16115: Agenda cultural (479): Sessão de lançamento do novo livro do lusoguineense António Júlio Estácio, "Bolama, a saudosa...", Lisboa, Palácio da Independência, dia 25, às 18h00 - Resumo da obra: parte II

20 de maio de 2016 > Guiné 63/74 - P16112: Agenda cultural (478): Sessão de lançamento do novo livro do lusoguineense António Júlio Estácio, "Bolama, a saudosa...", Lisboa, Palácio da Independência, dia 25, às 18h00 - Resumo da obra: parte I

2 comentários:

Antº Rosinha disse...

Este pequenino mundo lusitano de António Júlio Estácio existiu por esse mundo fora em 500 dos 900 anos de Portugal.

Ia-se vivendo e convivendo, nos "cus-de-judas", incompreensível e difícil de explicar a um mundo que já poisou na lua.

JC Abreu dos Santos disse...

... estimado camarada-d'armas António Rosinha, felicito-o pela concisão analítica do seu comentário.