segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Guiné 63/74 - P16481: Agenda cultural (500): conferência sobre "A Censura e os Manuais Escolares do Ensino Primário (De Carneiro Pacheco aos fins da década de 60", Museu Bernardino Machado, V. N. Famalicão, 6ª feira, 16 de setembro, 21h30, entrada gratuita




Pedido de divulgação e convite, em mensagem  enviada em 8 do corrente  pelo Museu Bernardino Machado, com sede em Vila Nova de Famalicão, para a conferência de Augusto Monteiro sobre A Censura e os Manuais Escolares do Ensino Primário (De Carneiro Pacheco aos fins da década de 60). Recorde-se que toda a nossa geração, que fez a guerra colonial ou do  Utramar, estudou por estes manuais. Talvez o mais famoso (e "ideológico")  fosse o "livro de leitura da 3ª classe"... O mais famoso, o mais icónico, o mais saudoso, apesar de ser talvez o mais "ideológico" dos nossos manuais escolares do ensino primário... Como eu gostava de ler e reler aquele livro... Acho que o sabia de cor e salteado... (LG)




CONVITE

O Museu Bernardino Machado tem a honra e o prazer de convidar V. Ex.ª para assistir à conferência A Censura e os Manuais Escolares do Ensino Primário (De Carneiro Pacheco aos fins da década de 60), no âmbito do Ciclo de Conferências de 2016, que se realizará no próximo dia 16 de setembro (sexta-feira), pelas 21h30, no Museu Bernardino Machado, em Vila Nova de Famalicão
.

 O museu tem página no Facebook.

2 comentários:

Antº Rosinha disse...

Quem tenha nascido a 12 de Setembro de 1924, Já não apanhou na 4ªa classe os livros de Carneiro Pacheco.
Devem ter sido leituras da 1ª República.
Hoje 12 de Setembro, em Bafatá deve estar a ser assinalada a data do aniversário do pai de 2 Pátrias, Amílcar Cabral.

Tabanca Grande disse...


Um dos grandes "ideólogos" do regime...

https://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio_Carneiro_Pacheco