quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Guiné 61/74 - P16922: O nosso blogue em números (39): Em 13 anos, de 23/4/2004 até ao final de 2016, publicámos 16890 postes, e a Tabanca Grande tem hoje 731 membros (51 dos quais falecidos)



Gráfico 2 - Evolução anual do nº de postes publicados até ao final de dezembro de 2016: começamos com 4 (em 2004), mas verdadeiramente arrancámos em 2005, com 385 postes, ultrapassámos os mil em 2006, atingimos o máximo em 2011 (1955 postes)...

A partir daí tem havido uma tendêncis para o decréscimo: acabamos o ano de 2016 com 1329 postes publicados... Considerando estes treze anos de vida do blogue (incluindo os dois de arranque, 2004 e 2005), a média anual de postes publicados é de 1299,2 (1300, para termos um nº redondo), ou sejam, uma média diária de 3 postes e meio...

Infogravura: Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné (2017)


1. O número de postes publicados, em 2016, foi de 1329,
 o nº mais baixo desde 2009 (, vd gráfico nº 2, acima). 
O total de postes publicados nestes 13 anos foi de 16890.



Ainda durante o ano de 2016, o nº de poste por semana variou de 36 (máximo), no período de 17 a 24 de janeiro e 17 (mínimo) no início do perído das férias de verão (de 31 de julho a 7 de agosto), o que é perfeitamente aceitável e compreensível.

Estávamos a publicar, em média, 4 postes por dia, em 2015. Essa média baixa para 3,5 em 2016, mesmo assim, é um esforço grande o que está a ser pedido aos nossos editores e aos autores que nos alimentam, Um palavra de grande apreço, agradecimento, amizade e camaradagem é devida a uns e outros.

Em 2017, não fazemos promessas, mas vamos continuar, até quando a Tabanca Grande (e os seus editores) puder e quiser. O que importa é que o 2017 nos continue a trazer boa matéria-prima (textos, fotos, vídeos, comentários, etc.)...

E, claro, "caras novas"!... Precisamos de "periquitos", o que não é fácil, tendo em conta o fenómeno (inevitável) do envelhecimento dos camaradas da Guiné e a concorrência na Net (outros blogues e sobretudo o Facebook)...







Gráfico nº 1 - Evolução do nº de membros da Tabanca Grande desde 2010 (390. acumulados, desde 23/4/2004) até 31/12/2016 (731). O crescimenmto anual, desde 2010, tem sido de 48,7 (em 13 anios, a média é de 56,2, o significa que durante este longo período de tem,po - equivalente a mais de 6 comissões de serviço na Guiné! - tem entrado um elemento novo... todas as semanas... ).


Infogravura: Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné (2017)



2. O nº de membros da nossa Tabanca Grande 
continua a crescer, com regularidade, 
embora agora mais lentamente: 
a uma méda é de 4,4 por mês... 


Éramos 111, em junho de 2006, 390 em dezembro de 2009, somos já 731, no final de 2016...

Em 2015 entraram 34 novos camaradas e amigos para a nossa Tabanca Grande. Em 2016, apenas 21,


No conjunto dos 13 anos da nossa história, tem entrado em média 1 novo membro por semana (!),,,

Em contrapartida, tivemos este ano de 2016 "mais baixas" (por falecimento). Lembremos aqui, por ordem alfabtética, os nomes dos 6 camaradas e de 1 amiga, inscritos formalmente na Tabanca Grande, que "da lei da morte se foram libertando":

António da Silva Batista (1950-2016)

Clara Schwarz da Silva (1915-2016)

José António Almeida Rodrigues (1950-2016)

José Eduardo Alves (1950-2016)

José Manuel P. Quadrado (1947-2016)

José Moreira (1943-2016)

Vasco Pires (1948-2016)



Tal como referimos há um ano atrás, um facto que nos preocupa muito, e em particular o nosso coeditor Carlos Vinhal que gere a base de dados da Tabanca Grande, é a existência de camaradas e amigos que "não dão sinais de vida", nem quando fazem anos (!), E há sempre uns tantos endereção de email desatualizados.

O princípio de 2017 é uma boa altura para os nossos grã-tabanqueiros fazerem a indispensável "prova de vida", contactando-nos, escrevendo-nos, telefonando-nos...

(Continua)
________________

Nota do editor;

Últimos postes da série:


7 de janeiro de 2016 >Guiné 63/74 - P15590: O nosso blogue em números (38): O nº médio de comentários, por poste, foi de 4, em 2015, menos 2 do que em 2011 e 2012... Estamos a comentar menos, talvez o nosso filão se esteja a esgotar... mas por outro lado o sistema de filtragem do Blogger (para impedir o SPAM) é agora mais desmotivador para os nossos leitores: para se comentar tem que se dizer (e mostrar) que não se é nenhum robô!

4 de janeiro de 2016 > Guiné 63/74 - P15575: O nosso blogue em números (37): No final de 2015, atingimos um total de 7,6 milhões de visualizações... Quem nos visita, vem sobretudo de Portugal (47,5%), EUA (17,1%), Brasil (8,2%), França (4,9%) e Alemanha (4,8%)

3 de janeiro de 2016 > Guiné 63/74 - P15572: O nosso blogue em números (36): Em 12 anos publicámos um total de 15561 postes, uma média anual de 1516 por ano e de 4 por dia (de 2006 a 2015)

2 de janeiro de 2016 > Guiné 63/74 - P15567: O nosso blogue em números (35): no final de 2015, o número de grã-tabanqueiros era de 710, um aumento de 182% em relação ao final de 2009... Tivemos 34 novas entradas no último ano.

3 de janeiro de 2015 > Guiné 63/74 - P14111: O nosso blogue em números (34): no final de 2014: (i) 6,8 milhões de visualizações de páginas; (ii) 676 membros registados; (iii) 14 mil postes publicados; (iv) 55600 comentários; (v) 1638 amigos no Facebook da Tabanca Grande...

2 comentários:

José Marcelino Martins disse...

Caros Administrador e Editor

Como profissional habituado a "ler ops números", as estatísticas são, tão só, estatísticas; números são, também, apenas números.

Nada contra o que são e o que representam.

Curiosamente, hoje durante a manhã, procurei um texto que escrevi e, não me lembrando da data, foi necessário "correr" muitas páginas do blogue.

Lembrei-me dumas das revistas que existiam na nossa meninice, e do slogan de uma delas, creio que o "Mundo de Aventuras": O tamanho não interessa. O que interessa é o miolo.

E, realmente, o blogue tem um MIOLO de 1ª água.

E agora pergunto-me: Que vai ser feito deste espólio, adquirido dia a dia, e composto de MEMÓRIAS VIVAS E REAIS, por muitos de nós?

Será que um dia vai para à RECICLAGEM, quando alguém resolver substituir o servidor onde se alojam, ou o seu proprietário necessitar de espaço para si e suas memórias?

Qual será o destino escrito nestas páginas que, graças à tecnologia existente, está acessível à escrita e à leitura de milhares de utentes?

Qualquer leitor assíduo, mais assíduo que eu a escrever, sabe que há memórias que vão desaparecendo, e, normalmente, nunca mais são recuperadas.

Quantos MARCOS HISTÓRICOS foram erigidos, e aqui refiro-me a placas talhadas na pedra, e concretamente contendo e fazendo menção aos nossos camaradas avoêngos tombados na Grande Guerra, placas essas levantadas com a contribuição anónima dos seus conterrâneos, que podem ter sido "emparedadas" na recuperação das paredes que as suportavam.

E muito havia a dizer, mas sobretudo, SALVEM A HISTÓRIA RECENTE DA GUINÉ, CONTADA PELOS MILITARES MOBILIZADOS NO CONTINENTE, UMA VEZ QUE OS AFRICANOS, POR RAZÕES MAIS QUE ÓBVIAS, NÃO TÊM POSSIBILIDADE DE O FAZER.

Tabanca Grande disse...

Zé Martins: Ora aí está uma pergunta daquelas que vale um milhão de... dólares!

Não tenho resposta de bolso para te dar, mas é evidente que me preocupa também o "futuro" do blogue... Não posso hipotecar a comfiança e a esperança que centenas de camaradas e amigos nele depositaram, e continuam a depositar... Um dia terá um fim, como tudo o que é humano... E é preciso desde já acautelar a prservação e a proteção do imenso material aqui inserido por todos nós, todos os dias, desde há 13 anos...

Para já vou pagando todos os anos umas dezenas de euros para ter duas contas no Google e os respetivbos blogues... Vamos fazendo cópias de segurança, eu e o Vinhal... Enfim, em 2017 temso de ter soluções práticas. cocnretas, e3xequíveis, para este problema...

Obrigado pelo teu contributo. Bom ano. Luís