quarta-feira, 21 de junho de 2017

Guiné 61/74 - P17498: Efemérides (259): Dia do Combatente Limiano - 6.ª Homenagem do Concelho de Ponte de Lima aos seus 79 Heróis Militares caídos em combate pela Pátria, 27 na I Grande Guerra e 52 durante a Guerra do Ultramar (António Mário Leitão, ex-Fur Mil na Farmácia Militar de Luanda)



1. Mensagem do nosso camarada António Mário Leitão [ex- Fur Mil na Farmácia Militar de Luanda, Delegação n.º 11 do Laboratório Militar de Produtos Químicos e Farmacêuticos (LMPQF), 1971 a 1973], autor do livro "Biodiversidade das Lagoas de Bertiandos e S. Pedro d´Arcos" (2012), com data de 16 de Junho de 2017:

Caro Luís e Camaradas do nosso Blogue!
Aqui envio imagens da magnífica jornada de saudade celebrada no Dia de Portugal, em que se realizou a 6ª Homenagem do Concelho de Ponte de Lima aos seus 79 Heróis Militares caídos em combate pela Pátria (27 na I Grande Guerra e 52 durante a Guerra do Ultramar) durante o século vinte.

Organizada pelo Lions Clube de Ponte de Lima, que desde há 4 anos assumiu essa incumbência patriótica, esta celebração desenvolveu-se em três momentos: 
- uma missa na Igreja da Misericórdia, 
- a apresentação do meu livro "História do Dia do Combatente Limiano" 
- e a homenagem no Memorial dos Heróis do Ultramar.

A adesão da população foi muito significativa, apesar deste dia ter sido há dois anos chumbado pela Assembleia Municipal de Ponte de Lima e pela Câmara Municipal (conforme petição popular já publicada nesta nossa Tabanca Grande).

O Capelão Militar Padre Ricardo Barbosa trouxe uma encorajadora mensagem do Chefe do Estado Maior do Exército, que nos permite encarar com mais alento as homenagens futuras. E também a Liga dos Combatentes, através desse sacerdote, se disponibilizou para participar activamente na conservação destas Sagradas Memórias.

A presença de dois Coronéis da GNR, de um Coronel Comando, do Oficial Patrão-mor de Viana do Castelo e de uma senhora Major do Exército, além de outras individualidades, constituiu também um factor de grande encorajamento para continuarmos a nossa missão, que tem sido muito acarinhada pelo Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima, pelas associações de ex-Combatentes e pelos párocos das diversas freguesias.

Apesar da sua rejeição pelo poder político vigente, o Dia do Combatente Limiano vai-se afirmando! 
Quem sabe se depois das próximas eleições autárquicas ele não será instituído?

Um abraço para todos os teus Colaboradores e parabéns pelo V. trabalho!
Até já!
Mário Leitão















____________

Nota do editor

Último poste da série de 15 de junho de 2017 > Guiné 61/74 - P17475: Efemérides (258): O 10 de Junho no Porto e em Leça da Palmeira (Carlos Vinhal / Núcleo de Matosinhos da LC)

1 comentário:

Tabanca Grande disse...

Bonita festa, com participação da população limiana. Parabéns, Mário. LG