sexta-feira, 6 de agosto de 2021

Guiné 61/74 - P22438: Alferes Miliciano Fernando da Costa Fernandes, da CART 1690/BART 1914, que morreu vítima de ferimentos em combate durante a Op. Invisível, em Sinchã Jobel, no dia 18 de Dezembro de 1967, cujo corpo não foi possível recuperar


Alferes Miliciano Fernando da Costa Fernandes

- Partiu para a Guiné em rendição individual em 1966.
- Foi colocado numa Unidade estacionada em Nhacra, ficando destacado em João Landim.
- Seguidamente foi colocado no BCAV 1905, sediado em Teixeira Pinto.
- Mais tarde foi para a CART 1690 a fim de substituir o Alf Mil António Marques Lopes, ferido e evacuado em consequência do rebentamento de uma mina anticarro.
- Faleceu em 18/12/67, vítima de ferimentos em combate durante a Op Invisível.

- O seu corpo não foi recuperado.


********************

2. Comentários do editor

- No nosso Blogue, o Cor DAF ref Marques Lopes, a propósito do seu livro "Cabra Cega" (, cópia da capa acima, edição brasileira), no Poste 15202 de 5 de Outubro de 2015[*], descreve as circunstâncias da morte do Alf Mil Fernando da Costa Fernandes durante a Op Invisível.

"Este alferes Fernando da Costa Fernandes, natural de Santo Tirso, tinha vindo para a CART 1690, para substittuir o A. Marques Lopes, entretanto evacuado para o HMP, na sequência da mina A/C acionada em 21/8/1967, na estrada Geba-Banjara, que vitimou mortalmente o Cap Art Manuel Guimarães. O Fernandes será "dado como desaparecido" em campanha, nesta Op Invisível, em 19 de Dezembro de 1967... Na realidade, foi morto e o seu corpo nunca foi recuperado".

- Ainda sobre a morte do Alferes Fernandes, na página do nosso camarada António Pires, UTW Terra Web - Dos Veteranos da Guerra do Ultramar, podemos ler o recorte de um artigo da autoria de António Martins Moreira, ex-Alf Mil Op Esp da CART 1690, com o título "Fernando da Costa Fernandes, Alferes Mil (o Aznavour) - Companhia de Artilharia 1690 - Batalhão de Artilharia 1914 - Tombado em Combate no Dia 18 de Dezembro de 1967", publicado em 3 de Fevereiro de 1995 no jornal Badaladas, de Torres Vedras.
____________

Nota do editor:

[*] - Vd. poste de 5 DE OUTUBRO DE 2015 > Guiné 63/74 - P15202: Os jogos de cabra-cega: Sinchã Jobel (A. Marques Lopes) (Parte V): a partir da Op Invisível, de 18-19/12/1967, passa a ser uma ZLIFA (Zona LIvre de Intervenção da Força Aérea)... O alf mil Fernando da Costa Fernandes, de Santo Tirso, é morto, não sendo possível resgatar o seu corpo, e o soldado Manuel Fragata Francisco, de Alpiarça, é gravemente ferido, aprisionado e levado para Ziguinchor onde é tratado pelo dr. Mário Pádua e mais tarde, em 15/3/1968, entregue à Cruz Vermelha Internacional

2 comentários:

José Marcelino Martins disse...

O facto de ter sido considerado "desaparecido", pode ser a razão de não constar na lista dos Tombados em Campanha.

João Carlos Abreu dos Santos disse...

Boa tarde,
Creio de interesse fique especificada qual «lista dos Tombados em Campanha», a que José Marcelino Martins se refere.
Melhores cumprimentos.