domingo, 2 de agosto de 2015

Guiné 63/74 - P14959: Álbum fotográfico de Jaime Machado (ex-alf mil cav, cmdt do Pel Rec Daimler 2046, Bambadinca, 1968/70) - Parte X: Bafatá



Foto nº 1  > O burro, que já estava em extinção


Foto nº 2 > Estrada (alcatroada) Bambadinca-Bafatá que aqui, se não me engano, atravessava o Rio Cofule,l afluente do Rio Geba,.


 Foto nº 3 > Mercado de Bafatá (1)


Foto nº 4 > Mercado de Bafatá (2)


Foto nº 5 > Mercado de Bafatá (3)



Foto nº 6  > Mercado de Bafatá (4), visto do exterior.  (recorde-se que o nosso especialista de Bafatá, o Fernando Gouveia, já llhe dedicou um poste, P4769, comsideramdo este edifício, de estilo neo-árabe,  como o verdadeiro ex-libris de Bafatá)


Foto nº 7 > Loja da libanesa,a  Dona Vitória  (, se não me engano)


Foto nº 8 > Porto fluvial de Bafatá


Foto nº 9 > Rua principal de Bafatá, vista da piscina; em primeiro, o parque com a estátua do governador Oliveira Muzanty, do princípio do séc. XX, e a casa Gouveia


Foto nº 10 > O Jaime Machado na prancha de saltos da piscina


Foto nº 11 > O Jaime Machado, na esplanada da piscina, tendo atrás de si o Rio Geba


Foto nº 12 > A mesquita de Bafatá


Fotos (e legendas): © Jaime Machado (2015). Todos os direitos reservados. [Edição e legendagem complementar: LG]


1. Continuação da publicação do magnífico álbum fotográfico do Jaime Machado, ex-alf mil cav, cmdt do Pel Rec Daimler 2046 (Bambadinca, maio de 1968/fevereiro de 1970, ao tempo dos BART 1913 e BCAÇ 2852) (*):

[foto atual à direita; o Jaime Machado reside em Senhora da Hora, Matosinhos; mantém com a Guiné-Bissau uma forte relação afetiva e de solidariedade, através do Lions Clube; voltou à Guine-Bissau em 2010]
_____________

Nota do editor:

Último poste da série > 29 de julho de  2015 > Guiné 63/74 - P14943: Álbum fotográfico de Jaime Machado (ex-alf mil cav, cmdt do Pel Rec Daimler 2046, Bambadinca, 1968/70) - Parte IX: Os meus rios, Geba e Udunduma


4 comentários:

José Botelho Colaço disse...

Gostei muito das tuas fotos de Bafatá, é gratificante ver que os meus olhos já tinham contemplado ao vivo.

Obrigado um abraço
Colaço.

José Nascimento disse...

Belas fotos. Regresso ao passado. Gostei muito de rever estes lugares por onde passei.
José Nascimento

Hélder Valério disse...

Caro Jaime

As fotos que nos fazes chegar continuam bem ilustrativas do ambiente que tivemos oportunidade de partilhar.
São boas para mostrar como e aonde nos movimentava-mos.
A foto da estrada de Bafatá para Bambadinca, alcatroada com as suas margens de terra avermelhada fez-me recordar as viagens que nela fiz, seguindo depois para o Xime.
Na foto da casa comercial do libanês, é impressionante a quantidade e variedade de coisas que estavam nas prateleiras. A esta distância temporal pode-se perceber como, para a época e local, se estava na presença de alguma capacidade económica.

Hélder S.

Ultramar Naveg disse...

... sobre Bafatá pós-Nino, reveja-se o excelente documentário "Bafatá Filme Club", que a RTP2 – infelizmente fora-d'horas – retransmitiu no pretérito dia 9.

rtp.pt/programa/tv/p31409

youtu.be/0HfN83BYTy4