quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Guiné 63/74 - P15557: Blogpoesia (429): Estação final (Joaquim Luís Mendes Gomes, ex-Alf Mil da CCAÇ 728)

1. Em mensagem de hoje 31 de Dezembro, o nosso camarada Joaquim Luís Mendes Gomes (ex-Alf Mil da CCAÇ 728, Cachil, Catió e Bissau, 1964/66), enviou-nos este poema com o título "Estação Final".


Estação final…

Na infância, começou a marcha,
Tudo era longe, muito distante,
Tudo era leve e brilhante.
Era a alegria da novidade.
Só crescer para se ser grande,
Só brincar.
Era o que se queria,
No comboio em marcha
Nem se dava fé…

Tanto apeadeiro bom,
Tanta estação de paz,
Pela encosta acima.
Em deslumbramento,
Perene,
Se iluminava o céu,
Se aprendia doutrina,
Se sucedia a escola.
Era tanto o recreio,
Se alargava a mente.

Veio a disciplina,
O ter de obedecer.
Tanta regra à volta,
Ser independente,
Era a sedução constante,
Venha a liberdade.

Só faltavam as asas
Para se poder voar.
Um lugar ao sol,
Erguer um castelo
E o seu próprio reino.
Veio o sofrimento,
De batalha em batalha,
Se esqueceu a vida,
Mais uma vitória,
Mais uma derrota,
Em constante marcha.

Quando se deu por ela,
Tudo era passado.
Tanto sofrimento!
Já se vê o fim…

É madrugada deste derradeiro dia

Berlim, 31 de Dezembro de 2015
6h40m

Jlmg
Joaquim Luís Mendes Gomes
____________

Nota do editor

Último poste da série de 27 de dezembro de 2015 Guiné 63/74 - P15546: Blogpoesia (428): "Era Dezembro, Mãe" (Felismina Costa)

2 comentários:

Anónimo disse...

Assim, tal qual! O tempo não parou, amigo! Deixou marcas. Muitas marcas...
Gostei muito deste recordar preciso!

Desejo para si e para os seus, um Feliz 2016

Felismina mealha

Joaquim Gomes disse...

Vou repartir com todos...eses seus votos...

um abraço