segunda-feira, 11 de abril de 2016

Guiné 63/74 - P15961: In Memoriam (250): Faleceu hoje o nosso camarada José Moreira, ex-Fur Mil da CCAÇ 1565, inspirador, fundador, presidente e líder da Associação Humanitária Memórias e Gentes

JOSÉ MOREIRA

Através do contacto telefónico, hoje pela manhã, o Xico Allen fez chegar ao Blogue a triste notícia do falecimento do nosso camarada José Moreira, ex-Fur Mil da CCAÇ 1565, inspirador, fundador, presidente e líder da Associação Humanitária Memórias e Gentes. Técnico Oficial de Contas, reformado, morava em Coimbra.

O dia e hora do funeral deste nosso camarada será indicada logo que saibamos.

Da actividade do nosso amigo, e grande amigo da Guiné-Bissau, José Moreira, e da Associação Humanitária Memórias e Gentes, sediada em Coimbra, ficam algumas imagens e links que falam mais que as palavras que aqui possamos deixar:




Guiné-Bissau > Março de 2008 > O José Moreira, inspirador, fundador, presidente e líder da Associação Humanitária Memórias e Gentes, em acção (é o primeiro à esquerda, em primeiro plano, logo na primeira foto, de cima). Aparece a seguir, em mais duas fotos. Técnico Oficial de Contas, reformado, mora em Coimbra. Foi Fur Mil da CCAÇ 1565 (1966/68).

Vd. postes de:

9 de novembro de 2008 Guiné 63/74 - P3428: Ser solidário (24): Em marcha a expedição de ajuda humanitária de 2009 (José Moreira / Pepito / Carlos Silva / Xico Allen)
e
16 de fevereiro de 2009 Guiné 63/74 - P3900: Expedição Humanitária 2009 (1): Já se fez à estrada a expedição da Humanitarius, com o J. Almeida, o A. Camilo e outros

Guiné 63/74 - P3901: Expedição Humanitária 2009 (2): Mensagem do José Moreira, de Coimbra, para o Pepito (AD - Bissau), em Lisboa (Paulo Santiago)

17 de fevereiro de 2009 Guiné 63/74 - P3906: Expedição Humanitária 2009 (4): 25 toneladas de ajuda, 897 caixotes, 22 expedicionários... E obrigado, povo meu (José Moreira)

22 de fevereiro de 2009 Guiné 63/74 - P3924: Expedição Humanitária 2009 (5): Ei-los que partem, do Largo da Portagem, Coimbra... a caminho de Bissau (José Moreira)

7 de novembro de 2009 Guiné 63/74 – P5231: Expedição Humanitária 2009 (7): Diário de Bordo: de 20 a 26 de Fevereiro (José Moreira, Memórias e Gentes)
e
22 de abril de 2010 Guiné 63/74 - P6214: Notícias dos nossos amigos da AD - Bissau (13): Força, Luís e Camaradas, porque o Blogue é um momento único e inigualável no mundo (Pepito)

À família enlutada, os sentidos pêsames da tertúlia do Blogue Luís Graça e Camaradas da Guiné pela perda do seu ente querido.
____________

Nota do editor

Último poste da série de 24 de março de 2016 Guiné 63/74 - P15897: In Memoriam (249): "No Dia da Minha Morte"... A história de amor que o António da Silva Batista (1950-2016) gostaria que eu vos contasse no dia da sua morte... (José Teixeira, régulo da Tabanca de Matosinhos)

9 comentários:

José Marcelino Martins disse...

Condolências á família e camaradas.

Valdemar Silva disse...

Sentidos pêsames.
Valdemar Queiroz

Anónimo disse...




Os meus sentidos pêsames à família e aos amigos próximos pela morte deste bom camarada e bom homem,
Francisco Baptista

JD disse...

Viajei com ele à Guiné, e fiquei com muito boa impressão. De facto, manifestou-se de grande humanidade, apenas lhe faltava um pouco de pulso como chefe da caravana. Fico com muito boa recordação.
À família e amigos próximos apresento condolências
JD

Tabanca Grande disse...

Escreveu Fernando Pessoa, em Mensagem - Mar Português (1934), um ano antes de morrer, sobre o "Infante":

"Deus quer, o homem sonha, a obra nasce.
Deus quis que a terra fosse toda uma,
Que o mar unisse, já não separasse.
Sagrou-te, e foste desvendando a espuma" (...)


Não tenho ideia de ter conhecido pessoalmente o Zé Moreira... Ou se o conhecei foi na Guiné, em março de 2008... Sei, pelo menos, que falei com ele ao telefone, uma ou duas vezes... E devo dizer que admiro a sua "obra", materializada numa associação "Memórias e Gentes" que mobilizou recursos (e sobretudo gentes) para levar um bocadinho de felicidade aos mais pobres da Guiné...

Não sei se o Zé era bom condutor de caravanas, mas que foi um bom líder, acho que foi, a avaliar pela sua capacidade de concretização e mobilização, e nomeadamente pelas expedições humanitárias e pelos projetos que animou enquanto teve saúde... Um porjeto como o dos "Albinos" toca-me, sensibiliza-me... Quem ao fim destes anos todos se lembraria do drama pessoal e familiar que é nascer "albino" na África negra ?

Nenhum de nós é perfeito: se o fossemos, seríamos deuses... Mas até os deuses do Olimpo grego tinham defeitos, à imagem e semelhança dos homens que os criaram... É por isso que eram mais humanos que os "nossos" do panteão judaico-cristão...

Admiro camaradas como o José Moreira, o António Camilo, o Carlos Fortunato, o Zé Teixeira, o Xico Allen, o Carlos Silva, e tantos ooutros que dedicam ou dedicaram parte do seu tempo à arte de bem fazer aos outros, neste caso aos nossos amigos da Guiné... E a arte de bem fazer não se resume à ajuda material, solidária... É também a arte de "fazer pontes", partilhar memórias e afetos, transmitir esperança, ensinar e aprender, dsitribuir um sorriso e um balão...

Não vamos discutir aqui as motivações de cada um, nem sequer os efeitos preversos que alguma cooperação com os mais pobres de países como a Guiné-Bissau pode ter e tem... Se calhar os melhores quadros da Guiné-Bissau estão a trabalhar em ONGD, estrangeiras... Quando deviam estar ao serviço das empresas e da administração pública da Guiné-Bissau...

Registo aqui o meu apreço pelo Zé e o meu pesar pela sua morte!... Que o seu exemplo e os seus valores nos inspirem!... LG

Anónimo disse...

Que descanse em paz. Os meus pêsames à família.

Anónimo disse...

Um ser humano que tentou fazer a diferença na vida de gentes necessitadas.
Descansa em Paz.
José Câmara

Anónimo disse...

Os meus sentimentos à família.
Que descanse em paz.
BS

Anónimo disse...

Os meus sentimentos à família.
Que descanse em paz.
BS