quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Guiné 63/74 - P16463: Memória dos lugares (344): Amarante, boas recordações da minha infância e juventude (1945-1963)... (Alcídio Marinho, ex-fur mil inf, CCAÇ 412, Bafatá, 1963/65);


1. Comentário de Alcídio [José Gonçalves] Marinho [, foto à esquerda, da sua página no Facebook, ex-fur mil inf, CCAÇ 412 (Bafatá, 1963/65); vive no Porto; é membro da nossa Tabanca Grande desde 23/9/2011]

AMARANTE


Cheguei à Amarante em fevereiro de 1945, com quatro anos e meio. (Nasci em 2/9/1940).

Andei na escola primária, na rua da Cadeia, largo de S. Pedro, onde  fiz a 1ª classe. A 2, 3ª e 4ª classe, passei-as já na Escola nova,  no  Largo Sertório de Carvalho (Campo da Feira).

Andei no Colégio de S. Gonçalo até ao 5º ano dos Liceus.Trata-se de  um Colégio diocesano (Porto) onde havia à época Padres e Freiras e  Professores Civis.

Andei na catequese e fiz a comunhão solene na imponente Igreja de S. Gonçalo.

Até aos 18 anos (inclusive), vivi, conheci e andei pela maior parte das freguesias, pois ia a todas as festas, até ao Alto do Marão, à festa de N. Sra. das Neves (15 de Agosto). Atravessei a pé a Serra da Abobeira, para ir à festa de S, Bartolomeu, em Baião, dia 24 de Agosto, passando por Loivos do Monte, terra do Alpoim Calvão.

Foto de Manuel Resende (2011)
Um dos factos mais impressivos, que ficaram na minha mente, foi o grande nevão do dia 16 de Junho de 1957, que cobriu a Serra do Marão,e que cortou durante alguns dias a EN 15, para Vila Real

Conheci alguns dos mortos [da guerra do ultramar] constante da lista [, referente ao concelho de Amarante],  nomeadamente o Adão Oliveira  (que estudou comigo) e o Rodrigo Cunha.

A alguns dos soldados e cabos dei instrução militar em Vila Real.

Na época só havia o Colégio, o Salazar fechou o Liceu e a Escola Comercial e Industrial, pois Amarante era conhecida pela Terra dos Bois Pretos e do Reviralho (malta  da oposição ao Regime), como Lago Cerqueira [1880-1945] e outros.

Conheci o poeta Teixeira de Pascoais. O seu funeral foi num dia de inverno em que chovia a cântaros, em 1952. Outro tribuno célebre foi António Cândido.

Ainda vou muitas vezes a Amarante, onde tenho  condiscipulos, camaradas e amigos, infelizmente já não tenho casa de família pois foi vendida por questão de partilhas.

Boas recordações

Abraços
Alcidio Marinho
CCaç 412 (Bafatá, 1963/65)





Am,arante > giosto de 2016 > A Casa da Calçada onde nasceu morreu, o político republicano e empresário amarantino António do Lago Cerqueira (1880-1945), conhecido opositor ao regime de Salazar. A Casa da Calçada é hoje um hotel de charme de cinco estrelas, ´É um edifício barroco, mas cuja origem remonta ao séc. XVI, sendo então um dos palácios do Conde Redondo.

Fotos (e legenda): © Luís Graça (2016). Todos os direitos reservados [Edição: Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné]
___________________

Notas do editor:

(*) Vd. poste de 7 de setembro de 2016 > Guiné 63/74 - P16457: Os nossos passatempos de verão (11): "Amarante, princesa do Tâmega" - Parte I: A terra natal de um génio, Amadeo Souza-Cardoso

Sem comentários: