quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Guiné 63/74 - P16893: Fotos à procura de... uma legenda (79): Adoradores do sol ?...Adivinhem onde foram tiradas estas fotos!... (Luís Graça)







Portugal >Algures, costa norte > 27 de dezembro de 2016 > Adoradores do sol ?....Talvez o último pôr do sol que vou fotografar este ano... São imagens inspiradoras para quem se despede do ano de 2016...

Fotos (e legenda): © Luís Graça  (2016). Todos os direitos reservados. [Edição: Blogue Luís Graça & Canaradas da Guiné]

1. Feita a análise SWOT, foi um ano, em termos individuais e coletivos, que teve os seus pontos fortes (Strengths, em inglês), os seus pontos fracos  (Weaknesses), as suas Oportunidades (Opportunities) e as suas Ameaças (Threats).

Caro leitor, vê se adivinhas onde foi que o fotógtrafo estava (*)...  Imagens como estas fascinam os seres humanos desde há muitos e muitos milhares de humanos... É o sol que faz com que sejamos circadianos..."Vamos indo, um dia de cada vez", é uma expressão que já usávamos na Guiné (**)...

_____________

Notas do editor:

(*) Último poste da série > 14 de dezembro de 2016 > Guiné 63/74 - P16835: Fotos à procura de...uma legenda (78): velhas placas com sinais de trânsito... encontradas no mato (António Murta, ex-alf mil linf, MA, 2.ª CCAÇ/BCAÇ 4513, Aldeia Formosa, Nhala e Buba, 1973/74)

(**) Vd. poste de 28 de agosto de 2016 > Guiné 63/74 - P16425: Manuscrito(s) (Luís Graça) (93): A vida, de fio a pavio


(...) Circadiana a vida!...
Depois do solstício do inverno,
virá o solstício do verão
e aos dias suceder-se-ão
as semanas,
os meses,
os anos.

Circadiana a vida!...
Pior que o suplício do inferno
é o pavor, imagino, do eterno
retorno.
É eternidade, dizem,
que nos move
ou demove
ou comove,
a eternidade ou a sua cruel ilusão,
os seus sucedâneos,
efémeros,
a fama,
a glória,
a vaidade,
o ouro,
os diamantes,
o elixir da juventude,
o amor até que a morte nos separe,
o poder, orgástico,
talvez a paternidade,
e o egoísmo genético.

Circadiana a vida!...
Afinal todos os anos é Natal
e todos os anos pela tua casa passa
o compasso pascal.
Aleluia, aleluia,
Cristo ressuscitou,
a vida triunfa sobre a morte.


Circadiana a vida!...
Todos os anos, com sorte…
Exceto quando deixaste a tua terra
e foste para a guerra:
perdeste a noção do dia e da noite,
dos dias,
das semanas,
dos meses,
e das estações,
que eram duas,
a do tempo seco e a das chuvas. (...)

4 comentários:

Henrique Cerqueira disse...

Belas imagens do por do sol nas praias de Matosinhos.
Pista mais evidente é o contra-luz ao monumento dedicado aos pescadores de Matosinhos.
Parabéns grandes fotos.
Henrique Cerqueira.

Anónimo disse...

Boa noite amigo Luís Graça!Que lindas fotos! Adoro estas cores. Parabéns!

Aproveito para desejar a todos os amigos e Tertulianos do veterano Blogue, "luisgracaecamaradasdaguine", seu criador,Luís Graça, e editor Carlos vinhal, e suas respectivas famílias, os meus votos de um Feliz Ano-Novo!

Desejo igualmente uma vida longa a este magnífico Blogue, que regista tantas memórias dos jovens do meu tempo, envolvidos num dos grandes conflitos da época.

Abraço fraterno e colectivo.

Felismina mealha

Carlos Vinhal disse...

Caro Henrique, mais exactamente, aquele monumento, da autoria de José João de Brito, lembra o grande naufrágio do dia 1 de Dezembro de 1947, onde morreram mais de 150 pescadores.
Aqui fica o esclarecimento para quem não sabe, ou não se lembra, desta tamanha tragédia da costa norte de Portugal.
Podem ler aqui um dos muitos registos que circulam na net: http://caxinas-a-freguesia.blogs.sapo.pt/152749.html
Parabéns Luís pelas belas fotos.
Carlos Vinhal
Leça da Palmeira/Matosinhos

Tabanca Grande disse...

Bingo!... Não era difícil, para quem é aqui da reguião do Grande Porto... Muita malta do sul poderia ter dificuldade em "reconhecer" o sítio...

Estive aqui, de facto, num fim de tarde de 27 de dezembro de 2016, vinha com ideia de conhecer de perto o terminal de cruzeiros do porto de Leixões... Ainda meti uma "cunha" ao Carlos Vinhal... mas ele disse-me que agora, reformado ou aposentado, já não manda nada, o que é verdade, manda no blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné...

O Carlos, como é sabido, trabalhou uma vida inteira na administração do Porto do Leixões... Há um dia por ano, o Dia do Porto de Leixões, em que há visitas guiadas ao belíssimo terminal de cruzeiros... Este ano que está a terminar foi a 16 de setembro...

No dia seguinte, 28, 4ª feira, foi almoçar à Tabanca de Matosinhos, que é ali mesmo, a escassos 200 metros da praia, do posto de turismo e do grupo escultórico a que se refere, no comentário acima, o Carlos Vinhal (que "joga em casa")... Obrigado ao Zé Teixeira e ao Moutinho pela hospitalidade...

Obrigado pelos vossos comentrários, Carlos, Henrique e Felismina... Boas saídas, e melhores entradas... LG