sábado, 4 de julho de 2015

Guiné 63/74 - P14835: Jornal "O Soquete - BAC 1" (José Diniz de Sousa e Faro, ex-Fur Mil Art.ª do 7.º Pel Art)

1. Mensagem do nosso camarada José Diniz de Souza e Faro, ex-Fur Mil Art do 7.º Pel Art (CamecondePichePelundo e Binar, 1968/70), com data de 25 de Junho de 2015:

Bom dia caros Luís/Carlos,
Para os devidos efeitos, anexo alguns excertos do nosso jornal em assunto editado em Junho de 1970.
O artigo principal é a extinção da Bataria de Artilharia de Campanha n.º 1 e o nascer do Grupo de Artilharia de Campanha n.º 7.
Depois temos a chegada dos nossos substitutos, a praxe da ordem e a nossa partida (oficias e furriéis), para a Metrópole.
Uma homenagem aos que tombaram em combate.
E por último os aniversariantes e a reportagem do Fogo real.
Espero que seja do vosso agrado a minha modesta contribuição e que a mesma seja publicada.
Em breve mandarei um estudo em torno da mobilização das unidades de Artilharia na guerra de África em particular na Guiné.

Grato pela atenção dispensada,
Abraço,
J.D.S. C. FARO
Ex-Fur. Milº Artª
Guiné 68/70



OBS: - Clicar nas imagens para ampliar para tamanho que permite leitura sem esforço
____________

2 comentários:

Vasco Pires disse...

Bom dia Sousa e Faro,
Muito obrigado, por teu poste.Apresentas a certidão de nascimento do GAGAC7 lá está Sua Excelência o Paizinho, figura controversa,e mais não acrescento pois já muito foi dito do referido Comandante.Esses chegados mês de Junho são do meu curso de Vendas Novas,eu devo ter chegado em Julho, pois não lembro dessa cerimônia.
VP
Ex-soldado de Artilharia GAC 7

António José Pereira da Costa disse...

Olá Irmão da Koko-cha

Este número de "O Soquete" consagra a transformação da BAC em GAC.
É uma data militarmente importante a registar pois dá uma ideia do desenvolvimento da "guerra". De quqlquer modo é curioso que só ao fim de 7 anos de guerra se tivesse dado a subida de escalão. O GA 7 chegou a ter, além da BCS, mais de 30 pelotões destacados, aos quais esta dava apoio logístico, e três Btr AA, uma dividida pelo TO e duas concentradas nos arredores de Bissau: Bissalanca e Bor.
Creio que há mais (poucos) números do Soquete pois era uma publicação muito religiosa. Só saía quando Deus queria...
Este jornalecos da malta poderiam ter um tratamento melhor. A Biblioteca do Exército tem uma colecção que pode ser melhorada e aumentada...
Um Ab do
TZ