sábado, 21 de janeiro de 2017

Guiné 61/74 - P16974: Parabéns a você (1197): João Graça, Médico, Amigo Grã-Tabanqueiro

____________

Nota do editor

Último poste da série de 19 de Janeiro de 2017 > Guiné 61/74 - P16967: Parabéns a você (1196): José Crisóstomo Lucas, ex-Alf Mil Op Esp da CCAÇ 2617 (Guiné, 1969/71) e Manuel Mata, ex-1.º Cabo Apontador AP do Esq Rec Fox 2640 (Guiné, 1969/71)

13 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns, muitas felicidades e votos de muitos êxitos pessoais e profissionais.
Abraço
Ernestino Caniço

Maria Alice Ferreira Carneiro disse...

Senhor doutor, diga trinta e três,

E multiplique por três, são noventa

E nove, mais um, cem. Em português,

Se diz: “Quem muito ama, muito aguenta”.



E se quem muito ama, muito aguenta,

É por que é do signo do Aquário,

E teve no mundo a melhor placenta:

Parabéns, e até ao teu centenário!



Alfragide, 21/1/2017, os teus progenitores

Maria Alice Ferreira Carneiro disse...

Querido João: nasceste num dia, igual a muitos outros de janeiro de 1984. Mas estavas com pressa de nascer. Foste para a maternidade aos solavancos, a ouvir na rádio um poema do Ary dos Santos, acabado de falecer, no dia 18... A letra ficará célebre, no fado do Carlos do Cermo:

Os putos

Uma bola de pano, num charco
Um sorriso traquina, um chuto
Na ladeira a correr, um arco
O céu no olhar, dum puto.

Uma fisga que atira a esperança
Um pardal de calções, astuto
E a força de ser criança
Contra a força dum chui, que é bruto.

Parecem bandos de pardais à solta
Os putos, os putos
São como índios, capitães da malta
Os putos, os putos
Mas quando a tarde cai
Vai-se a revolta
Sentam-se ao colo do pai
É a ternura que volta
E ouvem-no a falar do homem novo
São os putos deste povo
A aprenderem a ser homens.

As caricas brilhando na mão
A vontade que salta ao eixo
Um puto que diz que não
Se a porrada vier não deixo

Um berlinde abafado na escola
Um pião na algibeira sem cor
Um puto que pede esmola
Porque a fome lhe abafa a dor.

José Carlos Ary dos Santos

http://users.isr.ist.utl.pt/~cfb/VdS/v116.txt


Tens aqui os "Diários de Lisboa", do mês de janeiro de 1984, de 1 a 31... Pode- te ser útil este "link" (, do portal Casa Comum / Fundação Mário Soares), se um dia quiseres escrever a tua autobiografia... A discussão do aborto estava então ao rubro, no país que te coube em sorte... Nessa altura, estávamos já em negociações com a então CEE...

http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06842.192.29846

http://casacomum.org/cc/diario_de_lisboa/dia?ano=1984&mes=01


Que bom teres nascido!... Temos muito orgulho em ti!...Sê feliz!
Teus pais, Luís e Alice-

António José Pereira da Costa disse...

Há quem dê os parabéns ao neófito.
Por mim aderi à moda de saudar a mãe que é a última obreira do facto.
Parabéns e felicidades.
Um Ab.
TZ

admor disse...

Caríssimo João Graça Amigo e Grã-Tabanqueiro,

Muitos parabéns e um dia com tudo de bom.

Muita saúde, felicidades e um grande abraço.

Parabéns e um grande abraço também para os pais.

Adriano Moreira

Hélder Valério disse...

Caro amigo João Graça

33? Número místico..... (para quem quiser...)
Ora bem, depois das saudações e poemas anteriores que mais se pode fazer ou dizer?
Para não cair na tentação de querer ser 'criativo', aqui deixo então as minhas felicitações pelo aniversário, votos de boa saúde e um abraço de parabéns.
Isto são, por assim dizer, as minhas 'saudações-base'.
Agora acrescento o incentivo ao trabalho musical, ao trabalho profissional e também às acções solidárias, de que não nos devemos arredar.
Mais uma vez, parabéns!

Hélder Sousa

Anónimo disse...

Abraço de parabéns.

Anónimo disse...



Parabéns ao amigo doutor e aos pais sempre tão dedicados, presumo por algumas provas públicas. Um abraço a todos.
Francisco Baptista

Juvenal Amado disse...

o João quero desejar-lhe muitos parabéns e desejar que este dias seja precedido de muitos felizes junto dos seus .

Um abraço de muitos parabéns

José Nascimento disse...

Muitos parabéns. Felicidades. Um abraço pró papá.

José Botelho Colaço disse...

Parabéns feliz aniversário.

Valdemar Silva disse...

Parabéns João Graça e muitos anos de vida.
Também eu gostaria, depois da guerra, de ter estado num final de tarde calma
em Bafatá ou Gabu.
Valdemar Queiroz

Cesar Dias disse...

João Graça, ainda que no dia seguinte, aqui te deixo um forte abraço de parabéns.

César Dias