segunda-feira, 5 de junho de 2017

Guiné 61/74 - P17432: Tabanca Grande (438): Ernesto Marques, leiriense de Ancião, vive no Cartaxo, foi Soldado TRMS Inf, CCAÇ 3306 / BCAÇ 3833 (Pelundo, Có e Jolmete, 1971/73)... Novo grã-tabanqueiro n.º 745

Foto n.º 1

Foto n.º 2

Foto n.º 3

Foto n.º 4

Foto n.º 5

Foto n.º 6

Foto n.º 7

Fotos: © ErnestoMarques (2017). Todos os direitos reservados [Edição: Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné]


1. Mensagem do novo membro da Tabanca Grande, nº 745, Ernesto Marques

Data: 29/05/2017
Assunto: Inscrição no Blogue como membro da Tabanca Grande


Agradeço a inscrição no blogue, do qual já sou adepto há muito tempo,
Fui Soldado de Transmissões de Infantaria, Ernesto Marques, n.º 01391570, Companhia de Caçadores 3306, Batalhão de Caçadores 3833. Estive na Guiné, Jolmete, entre Dezembro de 1970 e Dezembro de 1972

Junto envio igualmente, para efeitos de contacto, o nº de telemóvel.

Grato pela atenção,

Abraço,
Ernesto Marques


2. Nota do editor:

Ernesto: és naturalmente benvido à Tabanca Grande. Passas a figura na lista alfabética dos grã-tabanqueiros, que consta  na coluna do lado esquerdo da página de rosto do nosso blogue. Por ordem de entrada, és o n.º 745. É o teu lugar à sombra do nosso poilão, mágico, fraterno, protector.

Além das fotos que mandaste, ainda fomos repescar mais algumas na tua página do Facebook. Vimos que passaste a maior parte do teu tempo em Jolmete de que tens uma bela foto da tabanca e do quartel com uma secção das valas e o espaldão do morteiro 81 (tens que confirmar).

Da tua companhia CCAÇ 3306/BCAÇ 3833, Pelundo, Có e Jolmete, 1971/73), temos na Tabanca Grande o ex-fur mil  Augusto Silva Santos de que, por certo, estás lembrado, e que vive em Almada, sendo aliás teu amigo no Facebook. Vejo que a vossa companhia se reúne todos os anos,

Sabemos ainda que trabalhaste como chefe de pessoal na empresa Ford Lusitana, SA, que vives no Cartaxo, mas és natural de Ancião, Leiria.

Desejamos-te boa continuação da tua reforma. E, não te esqueças, manda-nos pelo menos uma pequena história do teu tempo na Guiné. Já sabes, uma vez que és nosso leitor de longa data, quais são as nossas regras de convívio e o que precisas de fazer para comentar os postes que publicamos todos os dias. (As regras constam da coluna do lado esquerdo.).

Obrigado pelo teu número de telemóvel, que naturalmente não divulgamos, mas fica disponível para os editores e demais camaradas que te queiram contactar. Se quiseres que a gente te dê em público os parabéns pelo teu aniversário natalício, tens que nos dizer a tua data de nascimento.

Um alfabravo dos editores.
_________________

Nota do editor:

Último poste da série > 18 de maio de  2017 > Guiné 61/74 - P17370: Tabanca Grande (437): Luís Branquinho Crespo, ex-alf mil, CART 2413 (Xitole e Saltinho, 1968/70)... Passa a sentar-se à sombra do nosso polião, no lugar nº 744. É advogado em Leiria e autor do livro "Guiné: Um rio de memórias" (Leiria, Textiverso, 2017)

4 comentários:

Anónimo disse...

DE: Augusto Silva Santos
Para: Ernesto Marques

Camarada e amigo, sê bem-vindo à nossa Tabanca!

Fico muito contente por já não ser o único da nossa C.Caç.3306 a estar presente neste blogue. Como já deves ter tido oportunidade de ver, tenho aqui publicados uma série de episódios por nós vividos em Jolmete. Acrescenta mais ao nosso historial!

Aproveita e pede para publicar as fotos do nosso último convívio, realizado no passado sábado em Leiria, ao qual infelizmente não pude estar presente.

Um grande e forte abraço do tamanho do Cacheu!

Nota: Luís, o nosso camarada faz 68 anos precisamente depois de amanhã / 4ª Feira, dia 7 de Junho. Nasceu em 1949.

Hélder Valério disse...

Caro camarada Ernesto Marques

Pois que sejas bem-vindo a este local de troca de memórias e de amizade.
Espero que te sintas bem. Não há motivos para assim não seja. É só encarar as diferenças de opinião e de "visão", das coisas, dos factos e dos seus enquadramentos/motivações, exactamente como isso, "diferenças".

Já agora, calculo que tenhas ido parar ao Cartaxo, sede de Concelho da Freguesia donde sou natural, Vale da Pinta, por teres estado a trabalhar na Ford Lusitana, na Azambuja, certo?

Abraço
Hélder Sousa

José Marcelino Martins disse...

Mais um Leiriense, que faz parte do blogue e, também, da "diáspora interna".

Como seguidor habitual, já sabes ao que vens. Escolhe um lugar sob o poilão e sê Benvindo.

Tabanca Grande disse...

Vamos lá responder à nossa campanha de angariação de novos membros!... Apontar para o milhar até 2020 (se a gente já chegar) é de todo impossível, a malta já não é capaz de dobrar o "cabo das tormentas"...

O nosso ritmo de crescimento é agora bem menor do que há oito ou nove anos atrás, dois ou três novos membros da Tabanca Grande por mês já não é nada mau... (Éramos 111 em meados de 2006).

E isto vem a propósito do nosso leiriense Ernesto Marques (nº 745) que vem a seguir a outro leiriense, o Luís Branquinho Crespo (nº 744).