sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Guiné 61/74 - P17650: Álbum fotográfico de Luís Mourato Oliveira, ex-alf mil, CCAÇ 4740 (Cufar, dez 72 / jul 73) e Pel Caç Nat 52 (Mato Cão e Missirá, jul 73 /ago 74) (19): Amigos e camaradas de Cufar - Parte II: O Rivoli, soldado do Pel Canhão s/r 3079, antigo jogador de hóquei em patins do Campolide


Foto nº 1


 Foto nº 2


Foto nº 3


Foto nº 4


Guiné > Região de Tombali > Cufar > CCAÇ 4740 > 1973 >   O alf mil Luís Mourato Oliveira com o Rivoli. Conheciam-se desde a adolescência: o Luís Mourato Oliveira praticante de andebol (chegou a ser campeão nacional de júniores), o Rivoli, promissor jogador de hóquei em patins, no mesmo clube (CAC - Centro de Atletismo de Campolide, se bem percebi ao telefone)... Dois "pintas" de Campolide. O Rivoli já morreu há coisa de 3 anos, o Luís Mourato Oliveiro encontrou-o pela última vez num encontro da malta da CCAÇ 4740. Por causa do seu "fardamento" original, acabou por apanhar uma porrada desmedida (3 dias de prisão) do alferes miliciano Lopes, já falecido, da CCAÇ 4740. É caso para dizer que havia milicianos mais "chicos" do que os "chicos"... O Rivoli não voltou a praticar hóquei, e mudou de residência depois do regresso da Guiné...



Fotos (e legenda): © Luís Mourato Oliveira (2017). Todos os direitos reservados. [Edição e legendagem complementar: Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné].



1. Continuação da publicação do álbum fotográfico do Luís Mourato Oliveira, nosso grã-tabanqueiro, que foi alf mil inf da CCAÇ 4740 (Cufar, 1973) e do Pel Caç Nat 52 (Mato Cão e Missirá, 1973/74). 

De rendição individual, foi o último comandante do Pel Caç Nat 52. Irá terminar a sua comissão no setor L1 (Bambadinca), em Missirá, depois de Mato Cão, e extinguir o pelotão em agosto de 1974.

Até meados de 1973 esteve em Cufar, a comandar o 3º pelotão da CCAÇ 4740, no 1º semestre de 1973. Tem bastantes fotos de Cufar, que começámos a publicar no poste P17388.

Hoje mostram-se mostram-se fotos dele com o Rivoli, um amigo de Campolide e um camarada de Cufar. Era do Pelotão de Canhões s/r 3079. Além da CCAÇ 4740, unidade de quadrícula, de origem açoriana, Cufar era uma verdadeira base militar, com pista de aviação e porto fluvial, contando com forças da marinha, da força aérea, do CAOP1, e ainda as seguintes: Pel Caç Nat 51; Pel Caç Nat 67; Pel Canhões s/r 3079; Pel Art 18; Pel Rec Fox 8870; PINT 9288; Milícias.

___________

2 comentários:

Tabanca Grande disse...

Luís: na volta do correio, confirma lá os seguintes dados:

Quem era o Rivoli ? Jogador de hóquei em patins, em que clube ? Paço de Arcos ? A que subunidade pertencia ? Qual era o seu posto e especialidade ? Já o conhecias antes da tropa e da Guiné ?

Ab, Luís


PS - A foto do macaco cão não é tua (?)... Qual a a fonte, ou "site" onde a encontraste ? Queria publicar o teu texto sobre a carne de macaco...mas preciso de esclarecer este ponte...Temos que respeitar os direitos de autor...

Tabanca Grande disse...

O Pel Canhões s/ r tinha uma comandante, o alf mil Almeida... Por que é que outro alferes, de outra companhia, a CCAÇ 4740, dá uma porrada ao desgraçado do Rivoli, só por que os calções do "pintas de Campolide" não estavam de acordo co, o RDM? O alferes Lopes já não está entre nós, nem ele nem o Rivoli, para esclarecer este caso... Nem o Luís Mourato Oliveira estava em Cufar quando se passou esta cena... lamentável. O Rivoli terá sentido este castigo como injusto e desproporcionado, segundo ele confessou ao Luís Mourato Oliveira, pouco tempo antes de morrer...