segunda-feira, 4 de abril de 2011

Guiné 63/74 - P8043: Notas fotocaligráficas de uma viagem de férias à Guiné-Bissau (João Graça, jovem médico e músico) (7): Os encantos e as armadilhas das ilhas de Bubaque e Rubane (Bijagós), 11/13 de Dezembro de 2009 (Parte III, o regresso a Bissau)


Guiné-Bissau > Arquipélago dos Bijagós > Bubaque > 13 de Dezembro de 2009 > Mensagens publicitárias... Esta intriga-me, o anúncio do carpinteiro Khadim Rassoul (?)corta um bocado do início e do fim da mensagem que está escrita na parede: [...] Dona Lídia mindjer ku sibi trata [...] fidju matchu  Deus na dal bom sorte [...] na é mundo.



Guiné-Bissau > Arquipélago Bolama- Bijagós > Bubaque > 13 de Dezembro de 2009  > Também é domingo para os muçulmanos...


Guiné-Bissau > Arquipélago Bolama- Bijagós > Bubaque > 13 de Dezembro de 2009 > Uma manhã calma de domingo... e que Deus ou Alá e os  bons irãs protejam a Guiné-Bissau...





















Guiné-Bissau > Arquipélago Bolama-Bijagós > Bubaque > 13 de Dezembro de 2009 > O barco, o Expresso dos Bijagós, um antigo cacilheiro do Tejo, parte todas as semanas às sextas-feiras e regressa no domingo... É uma festa! É o acontecimento da semana, em Bubaque... Toda a vida social da ilha ali concentrada, naquelas horas de domingo... A azáfama aumenta com a hora da partida do barco, depois do almoço... Quem parte leva saudade, quem fica, faz a festa...  Para saber mais sobre Bubaque e outras ilhas do arquipélago Bolama-Bijagós, ver aqui, em Rotas & Destinos... [Uma das coisas que eu não sabia  é que Bubaque esteve ocupada pelos alemães durante a I Guerra Mundial... Não se pode saber tudo]. (LG)





Guiné-Bissau > Bissau > 13 de Dezembro de 2009 > 18h45 > Chegada, a a Bissau, do Expresso dos Bijagós, vindo de Bubaque... Partiu às 14h45... São portanto quatro horas de viagem...

Fotos: © João Graça (2009) / Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné. Todos os direitos reservados


1. Continuação da publicação das notas do diário de viagem à Guiné, do João Gracça, acompanhadas de um selecção de algumas das centenas fotos que ele  fez, nas duas semanas que lá passou (*)... 

Nos cinco primeiros dias (de 6 a 10 de Dezembro de 2009) fomos encontrá-lo, como médico, voluntário, no Centro de Saúde Materno-Infantil de Iemberém (*). 

O fim de semana,  de 11 a 13 (6ª, sábado e domingo) de Dezembro de 2009, foi passado em Bubaque e Rubane, no arquipélago de Bolama-Bijagós (**).  Dia, 13, à tarde, estava na hora de regressar a Bissau, que na segunda feira era dia de trabalho: visita médica (obrigatória) aos colaboradores da AD -Acção para o Desenvolvimento, a ONG do Pepito... que  o trabalho de um jovem médico pode ser pouco, na Guiné-Bissau, mas quem não o aproveita... é louco. Mas dia 13, domingo, o diário do nosso Dr. João Graça só tem duas linhas... Em contrapartida, temos muitas fotas... (LG)



13/12/2009, domingo > Bubaque-Bissau

9.1. O porto encheu-se para despedida. É um verdadeiro acontecimento.

___________

Notas do editor:


(**) Sitografia sobre o Arquipélago Bolama-Bijagós... Algumas sugestões:

(i) Blogue de Nené Montenegro (Lisboa), em português e crioulo > Mulher Bijagó

(ii) Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné > 23 de Outubro de 2010 > Guiné 63/74 - P7164: Meu pai, meu velho, meu camarada (22): Bijagós, memórias de menino e moço (Manuel Amante)

(iii) IBAP - Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas,  Guiné-Bissau, Bissau

3 comentários:

Torcat Mendonca disse...

O Sonho de África;
A alegria de Povos que tão pouco têm;
A beleza das paisagens e das Bajudas;

Creio que já saiu no Blogue algo sobre a passagem dos Alemães.

Que os Deuses iluminem os homens no Para o desenvolvimento da Guiné Bissau.

Allah os e nos ajude...

AB T

Antº Rosinha disse...

A presença alemã em Bubaque estava e poderá estar ainda, representada por uma fábrica de transformação, se não estou errado, de coconote (oleo de palma).

Estava, abandonada, mas bem conservada, lindíssima peça de museu (1982)

Quem fez aquela maravilha de engenharia num lugar daqueles, tinha ideias de fixação "Uber Alles".

Admiro-me não ver uma foto de João Graça daquela maquinaria, só se está ja tudo desfeito.

Anónimo disse...

Oh seu malandro, a fotografar o posterior das bajudas.
Olha que na nossa idade podemos ter um enfarte...quiçá um avc.. a ver estas coisas.
Infelizmente das três vezes que estive na Guiné, nunca me foi possível ir a Bubaque.Gostei e não foi só do posterior da bajuda.
C Martins