domingo, 1 de maio de 2016

Guiné 63/74 - P16036: Na festa dos 12 anos, "manga de tempo", do nosso blogue (6): A capela do Xime (Jorge Araújo, ex-fur mil op esp, CART 3494, Xime e Mansambo, 1972/74)










1. Mensagem do Jorge Araújo, com data de 28 de abril

Caro Camarada Luís,
Boa Noite!
Os teus comentários expressos no meu último poste (*) , dos quais emergem um montão de memórias, levaram-me a elaborar uma resposta em nova narrativa histórica que anexo. Ela não esgota este tema, pelo que sugiro a quem pelo Xime passou e tenha fotos melhores que as minhas o favor de as publicar (**).

Com um forte abraço de amizade.
Jorge Araújo. (***)

ABR 2016
_____________

Notas do editor:

(*) Vd. poste de 28 de abril de 2016 > Guiné 63/74 - P16026: Na festa dos 12 anos, "manga de tempo", do nosso blogue (3): Imagens com história... separadas por 44 anos: Xime (1972) e Monte Real (2016) (Jorge Araújo, ex-fur mil op esp, CART 3494, Xime e Mansambo, 1972/74)

(...) Tabanca Grande disse...

Jorge, é incrível, fui tantas vezes ao Xime, em geral em operações, mas reconheço que nunca andei a explorar a tabanca e o antigo posto administrativo... Desconhecia por completo a existência de uma capela!... Um gajo quando lá ia, ia sempre com os "cornos enfiados" no Poindom / Ponta do Inglês e na porrada que ia dar e levar.... Como já aqui escrevi o asubsetor do Xime era uma autêntica ratoeira, sempre que saía do arame farpado, a partir de Madina Colhido sentia-me "encurralado"... E algumas vezes tivemos que regressar a toque de caixa, com o apoio da artilharia, as granadas de obus 10.5, a silvarem por cima das nossas cabeças... Arrepiante!... Ninguém como a CCAÇ 12 foi tantas vezes ao Poindom / Ponta do Inglês... A CCAÇ 12 esteve 5 anos na guerra... de julho de 1969 a agosto de 1974!... Houve 3 "gerações" de quadros e especialistas, de origem metropolitana... Eu sou "sócio fundador"... Apanharam 4 batalhões diferentes em Bambadinca!... Os meus pobres camaradas guineenses deveriam ter ido ser todos condecorados no 10 de junho de 1974! Esses,sim, foram uns heróis e defenderam o seu "chão" (...) 

4 comentários:

Anónimo disse...

Sousa de Castro
30 abril 2016 14:17

Mando duas duas fotos para completar post em apreço

http://blogueforanadaevaotres.blogspot.pt/2016/04/guine-6374-p16034-na-festa-dos-12-anos.html

Uma, eu na capela do Xime; outra, junto ao nicho de Mansambo: ter em conta a inscrição
do nicho...


Cumprimentos,

SdC

Tabanca Grande disse...

Que saudades do nosso bom amigo e camarada António Vaz!...Não há ninguém, da sua companhia, que o recorde ? Que tristeza !... LG

António José Pereira da Costa disse...

Olá Camaradas
No meu tempo, a capela tinha um utilização restrita.
A "Malta" não a utilizava muito. Penso que tal se devia à queda da fé dos portugueses.
O padre do BArt ia lá, de vez em quando, mas nunca se empenhou muito.
Mas a capela era um sinal de fé... em quê?
Um Ab.
António J. P. Costa

Anónimo disse...

Uma das lembranças que tenho da capela do Xime é dos caixões que vindos do interior lá ficavam depositados à espera de transporte para Bissau.