quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Guiné 63/74 - P15250: Convívios (716): Rescaldo do XX Encontro dos Combatentes da Guiné da Vila de Guifões, levado a efeito no passado dia 11 de Outubro de 2015, em Baião (Albano Costa)



XX Encontro-Convívio dos Combatentes da Guiné da Vila de Guifões

Dia 11 de Outubro de 2015
 Quinta das Susandas em Loivos da Ribeira - Baião


1. Em mensagem de 13 de Outubro de 2015, o nosso camarada Albano Costa (ex-1.º Cabo da CCAÇ 4150, Bigene e Guidaje, 1973/74), enviou-nos a reportagem do XX Encontro dos Combatentes da Guiné da Freguesia de Guifões, levado a efeito no passado dia 11 de Outubro na Quinta das Susandas - Loivos da Ribeira - Baião.

Os participantes, 45 combatentes e respectivas famílias, deslocaram-se para Baião em dois autocarros.  
Honrou-nos com a sua presença o Eng. Pedro Miguel Almeida Gonçalves, Presidente da União de Freguesias de Custóias, Guifões e Leça do Balio. 

A comissão responsável por este evento, que era composta por: Albano Costa, Neca Matos e Isidro Ventura, congratulam-se por mais este dia de convívio entre a grande família de combatentes guineenses de Guifões. 

Tenhamos vida e saúde, e para o ano marcaremos presença no XXI Encontro-Convívio.

Albano Costa


A Comissão Organizadora do XX Encontro: Neca Matos, falando aos presentes; Albano Costa e Isidro Ventura. De camisa clara, o Presidente da União de Freguesias, Eng. Pedro Gonçalves.

 Bolo comemorativo do Encontro

Lembrança alusiva ao XX Encontro oferecida a cada Combatente. Às senhoras foi oferecida uma rosa, gentileza da Junta de Freguesia.
____________

Nota do editor

Último poste da série de 7 de outubro de 2015 > Guiné 63/74 - P15214: Convívios (715): Almoço de Confraternização do pessoal da CART 1659 – ZORBA, levado a efeito no Concelho da Batalha, no passado dia 26 Outubro de 2015 (Mário Vitorino Gaspar)

1 comentário:

Carlos Esteves Vinhal disse...

Já emiti a minha opinião ao nosso amigo Albano de que não devemos dizer que combatemos na Guiné-Bissau porque não está correcto. Nós combatemos na então Guiné Portuguesa, sendo que a Guiné-Bissau só passou a existir após a independência.
Carlos Vinhal
Leça da Palmeira