domingo, 29 de abril de 2018

Guiné 61/74 - P18577: XIII Encontro Nacional da Tabanca Grande (9): por que é que eu, este ano, e mais uma vez, não poderei estar presente nesse maravilhoso convívio, em Monte Real (Valentim Oliveira, ex-sold cond, CCAV 489 / BCAV 490, Como, Guidaje e Farim, 1963/65)


VII Encontro Nacional da Tabanca Grande > Monte Real > Palace Hotel > 21 de Abril de 2012 > O Valentim Oliveira e a neta Cyndia, então com 19 anos > 

O nosso camarada, que vive em Viseu, estava desolado por duas razões:

(i) o Rui Alexandrino, por motivos de saúde, não pôde comparecer à última hora. ele que tem sido uma presença frequente nos nos encontros; 

(ii) o Virgínio Briote e a Maria Irene desta vez também falharam... 

O Valentim, um bravo da Ilha do Como, fez nesse ano, em 2012,  em 5 de janeiro, a bonita idade de 70 anos... Recorde-se que ele foi Soldado Condutor da CCav 489/BCav 490, e portanto camarada do nosso coeditor Virgínio Briote (mesma companhia). Estava desolado por ser o único representante do batalhão... 

A Cyndia, por sua vez, tinham estado na Quinta do Paul, Ortigosa, Monte Real, no IV Encontro Nacional da Tabanca Grande, em 20 de Junho de 2009, com a mãe da Maria Irene e sogra do Virgínio, a senhora dona Irene Fleming (hoje com 100 anos!). Por outro lado, o Valentim estava orgulhoso da sua neta que, além de já ter carta de condução, é estudante de marketing, no Instituto Superior Politécnico de Viseu (e sabemos que já acabou, entretanto, o curso). 

Ficámos muito felizes por rever, em 2012 mas também em 2013,  nosso camarada e a sua neta.

Foto (e legenda): © Luís Graça (2012). Todos os direitos reservados. [Edição: Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné]


1. Mensagem de Valentim Oliveira (ex-Soldado Condutor da CCAV 489/BCAV 490, Como, Guidaje e Farim, 1963/65), com residência em Viseu:

Data: sábado, 28/04/2018 à(s) 13:02


Assunto: Não me é possivel estar presente nesse maravilhoso convivio

Camarigo Carlos, e todos os outros que de uma maneira ou outra partilhamos os bons e maus momentos naquela terra agreste chamada Guiné.

Neste momento sinto saudade de algo de bom que por lá passei, mas também com a idade que tenho, ainda sinto em mim alguma amargura pelas atrocidades por lá vividas.

Enfim "dizem que o tempo cura as feridas", mas muitos de nós acabam por partir sempre com algo amargo, ou seja, a saber a fel .

Não tenho comparticipado nos nossos últimos encontros em Monte Real.

Este ano mais uma vez vou falhar por motivos de saúde. Já há muito tempo que ando um pouco abalado, mas não é de estranhar porque a idade não perdoa .

Dia 10 de Maio vou baixar ao Hospital da CUF em Viseu para mais um operação ...

Por eu não estar presente,  desejo a todos os que estiverem presentes que confraternizem em perfeita harmonia e bebam mais um trago por mim .

Um grande abraço para todos.


Valentim Oliveira
___________

3 comentários:

Tabanca Grande disse...

Valentim, obrigado pela tua gentileza e camaradagem, justificando a tua ausência.

Aproveitas para fazer "prova de vida"... Estáa vivo, e isso éque importa, mesmo com a saúde rememendada... é isso...

Estaremos contigo no dia 5, em espírito, e desejamos-te uma boa intervenção cirúrgica no dia 10... Vai correr tudo bem!...

Espero que para o próximo ano nos possaa fazer uma surpresa, tu e a tua neta Cintia... LG

José Botelho Colaço disse...

Obrigado por partilhares a tua situação de saúde, logo que possas após teres ido à faca dá notícias. Um abraço.

Hélder Valério disse...

Caro Joaquim Oliveira

Louvo a tua coragem de expores assim publicamente as tuas dificuldades e padecimentos..

Faço votos, muito sinceramente, que as coisas te possam correr bem e que ganhes coragem e condições para poderes voltar a conviver connosco.

Um abraço
Hélder Sousa