quinta-feira, 8 de março de 2018

Guiné 61/74 - P18390: Blogpoesia (557): No Dia Internacional da Mulher - "Mulher", por Juvenal Amado, ex-1.º Cabo Condutor do BCAÇ 3872

Guiné > Região de Quínara > Fulacunda > Beldades de Fulacunda: bajudas biafadas... Pensando nas mulheres, em todas as mulheres do mundo, e em especial, neste Dia Internacional da Mulher, de todas aquelas que são (ou  foram) vítimas da Guerra, Mutilação Genital Feminina, do Casamento Forçado, da Rapto e da Violação, do Assédio Moral e Sexual, da Violência Doméstica, da Discriminação com base no género, na idade e na cor, da Intolerância Política e Religiosa, etc., etc., etc.

Foto: © José Claudino da Silva (2017). Todos os direitos reservados. [Edição e legendagem: Blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné]


1. Em mensagem de ontem, 7 de Março de 2018, o nosso camarada Juvenal Amado (ex-1.º Cabo Condutor Auto Rodas da CCS/BCAÇ 3872, Galomaro, 1971/74), autor do livro "A Tropa Vai Fazer de ti um Homem", enviou-nos este poema, a propósito do Dia Internacional da Mulher que hoje se celebra.

Olá Carlos e Luís,
Aproxima-se o Dia Internacional da Mulher. Aqui vai um apontamento. 
Celebrar a mulher é um prazer e não sabem aquelas culturas que a segregam, que a querem menorizar como individuo, a grande alegria que elas nos dão com a sua companhia e partilha. 
Há dias a Sara Tavares disse que o sorriso era a parte mais bonita do corpo humano. Como podem em certos países obrigar a esconder esses sorrisos? 

Um abraço
Juvenal Amado


MULHER 

Mostra um lindo sorriso 
Põe uma flor no cabelo 
Veste o teu melhor vestido 
Solta a rebeldia 
Grita bem alto a tua condição 

Esquece as dores nas pernas 
As mãos maltratadas 
O transporte público incómodo 
O assédio na fábrica 
Ri-te com desprezo de quem não te respeita 

Porque o teu rosto nos ilumina 
Mostra o teu poder 
Não deixes que te ignorem 
Sai para a rua 
Reclama-a como tua 

Assume-te de corpo inteiro 
Canta aquela canção em voz alta 
Celebra que este é o teu dia 
Tu és a alegria dos nossos dias 
Exige que eles sejam todos teus 

E salta para o palco da vida 
Dança como uma bailarina em pontas 
Salva-nos com a tua magia 
Mostra-nos o teu sorriso 
E transforma o cinzentismo em vibrante cor 

Juvenal Amado 
8 de Março 2018
____________

Nota do editor

Último poste da série de 4 de março de 2018 > Guiné 61/74 - P18377: Blogpoesia (556): "Devasso minha alma...", "Moinho de vento", e "As regras...", da autoria de J. L. Mendes Gomes, ex-Alf Mil da CCAÇ 728

5 comentários:

Tabanca Grande disse...

Obrigado, Juvenal, pelo teu poema, pela tua exortação, pelo teu sentido de oportunidade, pelo teu incorformismo...Esperemos que chegue longe, chegue a outras paragens, incluindo a "nossa" Guiné-Bissau, onde a luta das mulheres contra a discriminação e pela igualdade de oportunidades começa por ser a luta pela sobrevivência no dia a dia e pelos mais elementares direitos humanos...

Valdemar Silva disse...

Beijos para todas, cá dos homens da Tabanca.

Valdemar Queiroz

Tabanca Grande disse...

Juvenal, o "sistema" (a máquina de fazer dinheiro...) dá a volta a tudo, vira tudo do avesso, embrulha e põe na montra, avacalha, monta e desmonta, cria novos mitos, branqueia a história, adapta-se... O marketing a trabalhar onde a tua/nossa poesia não chega...

Imagina que até o McDonald's se rendeu ao "feminismo", inverteu a letra M do logo que passou a ser um W (Women, mulheres, em inglês), vendendo com isso mais hambúrgueres... Que raio de palavra, já grafada nos nossos dicionários...

E depois dizem que o povo é quem mais "ordenha"...

Tabanca Grande disse...

Com a devida vénia ao "Observador":

http://observador.pt/2018/03/08/mcdonalds-virou-o-logotipo-ao-contrario-para-celebrar-dia-das-mulheres/

MCDONALD'S
McDonald’s virou o logótipo ao contrário para celebrar Dia das Mulheres
8/3/2018, 9:125.022
7
Pela primeira vez em 60 anos, a McDonald's virou o logótipo ao contrário. O "M" transform-se em "W" de "woman" para celebrar Dia das Mulheres. Iniciativa vai chegar a 100 restaurantes, todos nos EUA. (...)

antonio graça de abreu disse...

Muito bem,Juvenal, as mulheres merecem tudo, com algumas excepções, são melhores do que nós.

Abraço,

António Graça de Abreu