quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Guiné 63/74 - P16618: Convívios (772): 56º Convívio da Tabanca do Centro, Monte Real, Leiria, dia 28 de outubro, 6ª feira




1. Última edição da revista Karas de Monte Real, edição do mês de setembro de 2916. É órgão da Tabanca do Centro, de que é régulo é o Joaquim Mexia Alves.  Editor-in-chief: Miguel Pessoa.

Dá-se aqui notícia do 55º encontro ou convívio... Os convívios da Tabanca do Centro são sempre na última 6ª feira de cada mês, sendo frequentados por largas dezenas de camaradas, veteranos da Guiné (mas também são abertos aos ex-combatentes que passaram por Angola e Moçambique, ou serviram noutras antigas províncias ultramarinas portuguesas, de Cabo Verde a Timor)...  O blogue da Tabanca Grande tem 72 seguidores., e já publicou, desde 2010, mais de 800 postes.

A área de influência da Tabanca do Centro, que tem sede em Monte Real, Leiria, é muito vasta, indo buscar clientela tanto a norte (Grande Porto) como a sul (Grande Lisboa) e, essencialmente, na região centro.

2. O próximo convívio, o 56º, já está marcado para o dia 28 deste mês. Instruções dadas ao pessoal que se pretende inscrever:

(i) têm até às 12h00 de 26 de outubro para efectuarem a vossa inscrição;

(ii) não se esqueçam de indicar os nomes do pessoal que inscrevem;

(iii) o preço da refeição mantém-se nos 10 euros por pessoa;:

(iv) a ementa continua a ser o tradicional Cozido à Portuguesa;

(v) o mínimo de inscrições é 40 e o máximo é 80 (lotação da sala dpo restaurante);

 (vi) as inscrições poderão encerrar antes do prazo limite se aquele número (80) for atingido;

(vii) usar a caixa de comentários dos anúncios do almoço ou enviar uma mensagem para tabanca.centro@gmail.com


3. Alguns termos da gíria tabanqueira (de acordo com a sua Centropédia, o dicionário da Tabanca do Centro,  da autoria do editor do blogue e da "Karas de Monte Real",  o nosso strelado, talentoso, perspicaz, bonacheirão,  e (quase sempre) bem-humorado Miguel Pessoa que, geograficamente falando, é sulista, não é centrista):


Amado Chefe

Termo carinhoso usado para identificar o nosso camarigo Joaquim Mexia Alves, grande impulsionador da Tabanca do Centro. Sem qualquer ligação a um determinado país asiático… “Chefe” por ser o líder do grupo, “Amado” por ser apreciado e respeitado por todos.

Café Central

Em Monte Real, é o local habitual de encontro do pessoal da Tabanca do Centro antes do almoço de convívio. Marcada a concentração para as 13u00, muitas vezes já fervilha de pessoal bem mais cedo – é a vontade de se reverem amigos e se reatarem conversas interrompidas há um mês… Também é ponto habitual de reunião depois do almoço para o pessoal que tem mais relutância em regressar a casa.

Camarigo

Termo criado pelo Joaquim Mexia Alves, aglutinando as palavras “camarada” e “amigo”, conforme ele explica em: http://www.tabancadocentro.blogspot.pt/2013/07/o-porque-do-camarigo.html

Cozido de Monte Real

O petisco à volta do qual decorrem os nossos convívios, dada a excelência do mesmo. Prato de referência da Pensão Montanha, em Monte Real, o ponto de encontro habitual da Tabanca do Centro.


D. Preciosa

A responsável pela Pensão Montanha e naturalmente pelo bem-estar do pessoal da Tabanca do Centro. Com laços afectivos ao pessoal ligado à Guiné (o irmão fez lá a sua comissão de serviço) é uma excelente anfitriã dos nossos almoços/convívios, tratando-nos como gente da família e fazendo-nos sentir como se estivéssemos em casa.

Director da “Karas de Monte Real”


Em determinada altura dos nossos convívios o Miguel Pessoa decidiu arrancar com a edição no blogue de uma publicação mensal - “Karas de Monte Real” – onde os nossos convívios ficassem registados (com reportagem fotográfica e comentários alusivos). Objecto da apreciação de uns tantos e de críticas biliosas de outros (estamos a lembrar-nos do grupo da FRELIBU e de mais uns tantos primos desses…), o Director da “Karas” garante a continuidade da revista nos moldes em que já habituou os seus leitores. Desempenhando funções na edição/actualização do blogue, dá ainda assessoria ao Régulo da Tabanca na realização de novos projectos.

“Karas” de Monte Real

Integrada no blogue da Tabanca do Centro - http://www.tabancadocentro.blogspot.pt/ - é uma “revista” essencialmente dedicada à reportagem dos convívios da TC, com fotos alusivas e comentários mais ou menos mordazes. Sai geralmente no fim de cada mês, com reportagem fresca do último convívio.

Exemplo: http://tabancadocentro.blogspot.pt/2014/03/revista-karas-de-marco.html


Pensão Montanha

Na rua principal de Monte Real, é o local da realização dos nossos almoços. Para mais pormenores ver “D. Preciosa”.


Régulo da Tabanca


Falamos do Joaquim Mexia Alves (o Amado Chefe) que em 2010 decidiu organizar a Tabanca do Centro, aglutinando pessoal já conhecido do blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné (Tabanca Grande) e outro menos habitual, da zona centro.

Ver “Amado Chefe” e “Tabanca do Centro”.
Tabanca do Centro (TC)

Embora considerada “do Centro”, o facto é que reúne nos seus convívios gente vinda do Porto, Matosinhos, Viseu, Vila Real, Aveiro, Figueira da Foz, Buarcos, Fátima, Cadaval, Lisboa, Cascais, etc., para além dos locais – Leiria, Marinha Grande… e Monte Real.

Criada em Janeiro de 2010, por iniciativa do Joaquim Mexia Alves (Ver “Amado Chefe” e “Régulo da Tabanca”), as suas actividades têm como epicentro a vila de Monte Real, próximo de Leiria. Esta criação teve como objectivo, para além de se manter os contactos através da Net, o de reforçar e aumentar a confraternização dos “velhinhos” da Guiné, proporcionando almoços/convívios com uma periodicidade mensal (ou quase…), não se pretendendo naturalmente originar um afastamento ou dissensão com a Tabanca-Mãe, antes criando um complemento àquela.

Ver http://www.tabancadocentro.blogspot.pt/

Tabanca Grande (ou Luís Graça & Camaradas da Guiné)

Blogue de origem do grupo inicial dos “atabancados” da Tabanca do Centro, à qual continuamos naturalmente ligados.

Ver http://blogueforanadaevaotres.blogspot.pt/

_________________

Nota do editor:

Último poste da série > 12 de outubro de 2016 > Guiné 63/74 - P16594: Convívios (771): No passado dia 5 de Outubro de 2016, realizou-se o XXI Encontro dos Combatentes da Guiné da Vila de Guifões, com a deposição de uma coroa de flores no Monumento aos Combatentes daquela Vila e um almoço que decorreu numa Quinta de Barcelos

1 comentário:

Tabanca Grande disse...

Parabéns, Joaquim e Miguel, pelo trabalho realizado... 55 convívios é obra!... Vocês prestam um verdadeiro serviço público, sem esquecer a Dona Preciosa...

As nossas tabancas ainda hão de ser um "estudo de caso" quando se começar a valorizar e dar a conhecer as iniciativas de promoção do envelhecimento ativo e saudável...

Um abraço grande do Luís